Porto Alegre, segunda-feira, 15 de fevereiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 15 de fevereiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Leitura

- Publicada em 03h00min, 15/02/2021.

Gestão

A Organização sem Medo, de Amy C. Edmondson; Editora Alta Books

A Organização sem Medo, de Amy C. Edmondson; Editora Alta Books


Reprodução/JC
Enquanto muitas empresas estão investindo em talentos para competir na atual economia do conhecimento, os melhores talentos são desperdiçados se as pessoas não são capazes de falar abertamente. O instinto humano de "se encaixar" e "aceitar" trabalha contra o fluxo contínuo de novas ideias, novas soluções e pensamento crítico necessário para que as empresas se mantenham inovadoras. Mesmo que nem toda ideia se torne um sucesso, a cultura de uma organização não deve ser suprimida, silenciada, ridicularizada ou intimidada.
Enquanto muitas empresas estão investindo em talentos para competir na atual economia do conhecimento, os melhores talentos são desperdiçados se as pessoas não são capazes de falar abertamente. O instinto humano de "se encaixar" e "aceitar" trabalha contra o fluxo contínuo de novas ideias, novas soluções e pensamento crítico necessário para que as empresas se mantenham inovadoras. Mesmo que nem toda ideia se torne um sucesso, a cultura de uma organização não deve ser suprimida, silenciada, ridicularizada ou intimidada.
Com base nos vinte anos de pesquisa de Amy C. Edmondson, em "A Organização sem Medo", ajuda as empresas a abordar o lado humano da questão para criar locais de trabalho que sejam seguros, sem medo e empoderados para vencer com ideias irrestritas. A obra oferece um quadro com passo a passo para estabelecer segurança psicológica dentro de uma equipe e de uma organização. É repleta de exemplos baseados em cenários ilustrativos e fornece um percurso para o futuro ao estimular o comprometimento e implementar uma cultura que prospera na livre expressão de ideias.
A obra pode dar aos líderes a confiança de que precisam para libertar talentos individuais e coletivos, e criar os tipos de ambientes de trabalho que ajudem todos a ter sucesso e suas organizações a prosperar.
A Organização sem Medo: Criando Segurança Psicológica no Local de Trabalho Para Aprendizado, Inovação e Crescimento (Volume 1); Amy C. Edmondson; Editora Alta Books; 256 páginas; R$ 64,90; disponível em versão digital.

Equilíbrio

Resenha Viva a sua melhor versão, de Aline Salvi, Editora Gente
Viva a sua melhor versão, de Aline Salvi, Editora Gente
Reprodução/JC
Nos últimos anos, a conectividade derrubou a barreira entre vida profissional e pessoal, e essa realidade cada vez mais incentiva workaholics. No entanto, o segredo do real sucesso não está condicionado ao vício em trabalho e sim no trabalhar com propósito e equilíbrio. Não conseguir viver plenamente a vida pessoal e profissional foi o que aconteceu com Aline Salvi: empresária, mentora, esposa e mãe, a autora compartilha sua história para encontrar a melhor versão e quebrar o ciclo vicioso de só viver para o trabalho.
Em "Viva a sua melhor versão", a autora ensina como equilibrar todas as esferas de sua vida sem abrir mão de suas ambições profissionais. A autora defende que o caminho para realizar o seu propósito de vida está em ser um worklover, ou seja, alguém que, com uma pitada de criatividade, consegue se adaptar à própria realidade e criar uma rotina funcional, satisfatória, próspera e saudável.
Na obra, o leitor aprenderá a definir o seu real propósito de vida, aquele que une seu trabalho a suas metas e seus talentos e os torna úteis ao próximo, a criar uma rotina que priorize o que realmente importa e lhe proporcione superações diárias e a utilizar técnicas de gestão de tempo para aproveitar ao máximo as 24 horas do dia. O livro une criatividade e autoconhecimento para alcançar a plenitude e o equilíbrio.
Viva a sua melhor versão: Conquiste o sucesso e equilíbrio na vida pessoal e profissional com o método que já impactou milhares de pessoas; Aline Salvi; Editora Gente; 192 páginas; R$ 44,90; disponível em versão digital.
 

Empreender

Resenha Apa Puta que pariu, de Christian Santos, Editora Clube de Autores
Apa Puta que pariu, de Christian Santos, Editora Clube de Autores
Reprodução/JC
Já sentiu vontade de mandar tudo para aquele lugar. Aquele lugar onde nada ou ninguém é capaz de impedir a sua felicidade. Aquele lugar onde você dita as regras e se responsabiliza por seu sucesso. Ou fracasso. Sabe aquele grito de liberdade, aquela sensação de alívio que você só encontra depois que toma uma atitude? Se ao menos uma vez na vida o leitor já pensou em largar tudo e correr atrás de seus sonhos, "Apa Puta que Pariu, Como Troquei a Carreira Corporativa Pela Cerveja", de Christian Santos, é a leitura certa.
Lá estava Santos na sua zona de conforto, trabalhando para grandes corporações, quando decidiu deixar aquele estilo de vida. Acredite, ele não odiava o seu emprego. Era muito feliz na sua vida corporativa, até que deixou de ser. Muitos dos seus colegas o chamaram de louco por querer largar tudo e empreender produzindo cerveja. Mas, como diz o autor, louco seria se insistisse em continuar infeliz. Louco seria se jamais tivesse se arriscado a se libertar. Mas se libertar do quê? Da mesma coisa que provavelmente impede o leitor de tirar as suas próprias ideias do papel.
Ao longo da obra, Santos conta o que fez para encontrar a sua liberdade e criar o seu trabalho dos sonhos, mas alerta que a decisão de largar o emprego, ou de não buscar mais empregos para sobreviver, precisa ser planejada com atenção. Recheada de erros e acertos, o livro visa tornar a jornada do leitor ainda melhor.
Apa Puta que Pariu, Como Troquei a Carreira Corporativa Pela Cerveja; Christian Santos; Editora Clube de Autores; 289 páginas; R$ 52,88; disponível em versão digital.
Comentários CORRIGIR TEXTO