Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 28 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 28 de setembro de 2020.

Empresas & Negócios

Compartilhar

Leitura

- Publicada em 03h00min, 28/09/2020.

Leitura

Resenhas da semana

Resenhas da semana


reprodução/jc
Startup
Startup
Milhares de empreendedores se inspiram no sucesso de negócios como Nubank, iFood e Stone para se destacar na nova economia. Mas como essas empresas conseguiram de fato revolucionar seus mercados e conquistar o status de unicórnio? A resposta não está nas paredes grafitadas dos escritórios diferentões nem mesmo em tecnologia de ponta, mas sim nas estratégias peculiares para desenhar modelos de negócio, conquistar investidores, formar talentos, encantar clientes e dominar a concorrência.
"Da ideia ao bilhão: Estratégias, conflitos e aprendizados das primeiras startups unicórnio do Brasil", do jornalista Daniel Bergamasco, que possui MBA em inovação, detalha as práticas transformadoras por trás do triunfo dos dez primeiros unicórnios brasileiros e mostra por que o país se tornou um dos principais celeiros de empreendimentos digitais. Cheio de histórias que envolvem ousadia, conflitos, reviravoltas, personagens instigantes e, sobretudo, lições valiosas para profissionais de qualquer setor.
A partir do mergulho em processos internos e em quase uma centena de entrevistas com profissionais, parceiros, investidores e fundadores das dez startups unicórnio do Brasil (99, Arco Educação, Ebanx, Gympass, iFood, Loggi, Movile, Nubank, QuintoAndar e Stone) a obra traça um perfil primoroso do jovem ecossistema de inovação brasileiro.
Da ideia ao bilhão: Estratégias, conflitos e aprendizados das primeiras startups unicórnio do Brasil; Daniel Bergamasco; Editora Portfólio; 224 páginas; R$ 59,90; disponível em versão digital.

Planejamento

Resenha Acima de Tudo, de Maximiliano Tozzini Bavaresco, Editora Sextante

Resenha Acima de Tudo, de Maximiliano Tozzini Bavaresco, Editora Sextante


/Reprodução/JC
Não importa se o seu negócio é um restaurante a quilo, uma indústria ou uma startup, o planejamento estratégico é essencial. É preciso definir objetivos e como atingi-los, quais diferenciais serão oferecidos e o que se deseja ouvir dos clientes. Para auxiliar as empresas a fazer isso, o empreendedor e pensador estratégico Maximiliano Bavaresco, CEO da renomada SONNE, consultoria de planejamento estratégico focada em negócio, marca e comportamento humano, traz o inovador conceito ABOVE ALL©, ou, em bom português e que nomeia a obra, "Acima de Tudo".
Aplicado com sucesso em dezenas de organizações, entre elas Friboi, HDI Seguros e Medcel, o conceito abordado ao longo de toda a obra permite planejar o futuro considerando três pilares centrais: o marketing, o design e a gestão, tendo como interseção a estratégia. Além disso, ele estimula a produção de conhecimento e a inovação para oferecer o melhor ao seu cliente e fazer a sua empresa crescer.
Este livro, portanto, detalha o conceito ABOVE ALL© trazido por Bavaresco, e a metodologia para aplicá-lo, incluindo relatos de empresas que o utilizaram com bons resultados. Também traz um teste para o leitor entender o estágio atual de maturidade do seu negócio. A obra se destina a grandes e pequenas companhias, a empresários, executivos e gerentes que desejem investir num mergulho de autoconhecimento
Acima de Tudo; Maximiliano Tozzini Bavaresco; Editora Sextante; 240 páginas; R$ 39,90; disponível em versão digital.

Conjuntura

Resenha Curto Circuito: o vírus e a volta do Estado, de Laura Carvalo, Editora Todavia

Resenha Curto Circuito: o vírus e a volta do Estado, de Laura Carvalo, Editora Todavia


/Reprodução/JC
A pandemia da covid-19 trouxe consequências inéditas para a economia global. Ao contrário das crises de 1929 e 2008, o colapso econômico de 2020 não é uma crise originada no setor financeiro, mas consequência do contágio da economia real por uma crise de saúde pública. A resposta à crise não exige apenas relaxar regras orçamentárias, e sim repensar o próprio papel do Estado para superar carências históricas que a pandemia tornou cristalinas. É o que faz "Curto Circuito: o vírus e a volta do Estado", de Laura Carvalho.
Em meio a queda histórica do PIB mundial, o debate econômico foi chacoalhado como em poucas ocasiões. Temas e questionamentos ao modo como o sistema capitalista tem sido administrado, presentes no debate desde a crise financeira global de 2008-2009, ganharam concretude trágica. No Brasil, a pandemia se abateu sobre uma economia que mal havia se recuperado da recessão de 2015-16. Enquanto os mais pobres ainda sofriam queda em seus rendimentos, o meio e o topo da pirâmide se recuperavam lentamente.
À luz do contexto brasileiro, o livro apresenta cinco funções do Estado que a pandemia ajudou a revelar. São elas: estabilizador da economia, investidor em infraestrutura física e social, protetor dos mais vulneráveis, provedor de serviços à população e, por fim, empreendedor. A obra mergulha em cada face do problema não apenas para refletir sobre a pandemia.
Curto-circuito: O vírus e a volta do Estado; Laura Carvalo; Editora Todavia; 144 páginas; R$ 34,90; disponível em versão digital.
 
leia mais notícias de Empresas & Negócios
Comentários CORRIGIR TEXTO