Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 20 de julho de 2020.
Dia do Amigo.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 20 de julho de 2020.

Empresas & Negócios

Compartilhar

Responsabilidade Social

- Publicada em 03h00min, 20/04/2020. Alterada em 03h00min, 20/04/2020.

União solidária na Lomba do Pinheiro depende de ajuda financeira para continuar

João Pedro Rodrigues
As atividades realizadas pelo Centro de Proteção da Criança e do Adolescente (CPCA) não têm sido as mesmas nas últimas semanas. A instituição de assistência social, que atua há 40 anos na Lomba do Pinheiro, foi obrigada a suspender o seu atendimento rotineiro à comunidade local devido ao avanço do novo coronavírus. A nova doença, que tem afetado não só a saúde física da população como também a financeira, inviabilizou o trabalho de diversas pessoas na região, prejudicando a fonte de renda das famílias.
As atividades realizadas pelo Centro de Proteção da Criança e do Adolescente (CPCA) não têm sido as mesmas nas últimas semanas. A instituição de assistência social, que atua há 40 anos na Lomba do Pinheiro, foi obrigada a suspender o seu atendimento rotineiro à comunidade local devido ao avanço do novo coronavírus. A nova doença, que tem afetado não só a saúde física da população como também a financeira, inviabilizou o trabalho de diversas pessoas na região, prejudicando a fonte de renda das famílias.
Tendo em vista a situação, e com o intuito de seguir apoiando a comunidade, os colaboradores do CPCA iniciaram uma campanha de arrecadação de materiais de higiene e alimentos para cestas básicas que visa ajudar as famílias de maior vulnerabilidade na região. As colaborações podem ser feitas a partir de depósitos em conta bancária, que serão destinados a compra dos produtos.
Além disso, os integrantes da equipe também têm se preocupado em prestar outro grande serviço, o de orientação da população local acerca da gravidade do momento, estimulando o cuidado que todos devem ter com o isolamento social para diminuir as chances de alastramento do vírus. A iniciativa da organização atende, principalmente, aquelas que residem na Vila Mapa, umas das vilas localizadas no bairro da zona Leste da Capital.
“É uma região grande da cidade, de periferia, em que nós percebemos dia a dia o crescimento de demandas e de pessoas que já estão começando a sentir falta de alimentos” diz o Frei Luciano Bruxel, diretor da instituição. Ele afirma, por outro lado, que muitos estão sendo bastante solidários, o que é possível perceber devido às diversas iniciativas de auxílio à comunidade na Lomba do Pinheiro. Além da ação da CPCA, pelo menos outras seis campanhas estão sendo realizadas na região para combater os efeitos da Covid-19, como é o caso da iniciativa criada pela professora Maria Fernanda Viegas junto de outros moradores do bairro.
Inspirada em outras iniciativas do Morro Santana e do Morro da Cruz para atender pessoas em grupo de risco e com renda prejudicada devido ao coronavírus, a ação coletiva também tem se mobilizado para ser uma opção solidária à comunidade. Segundo Maria Fernanda, a campanha surgiu através de um formulário lançado em grupos de Facebook e Whatsapp com o objetivo de ser um intermédio entre aqueles que querem ajudar e aqueles que precisam de ajuda. Hoje, a campanha já está com uma demanda muito grande. Por este motivo, têm prioridade aquelas famílias que realmente necessitam do auxílio.
“Muitas das famílias são de mulheres, mães solteiras que trabalham de diarista e foram dispensadas sem receber suporte”, diz. “Além disso, também entregamos para muitos ambulantes que perderam ou tiveram uma diminuição na sua fonte de renda devido ao menor movimento nas ruas”.
A ação tem o objetivo de manter sua atuação enquanto o isolamento social ainda estiver acontecendo, e para colaborar com as famílias, é só acessar o formulário da campanha, selecionar a opção “Posso ajudar” e preencher as informações requeridas (nome, telefone para contato e de que forma pode ajudar). As contribuições podem ser feitas através de depósito em dinheiro ou da doação de produtos selecionados pelo doador. Após o preenchimento, Maria Fernanda procura entrar em contato assim que possível para viabilizar o procedimento.
Além das iniciativas dos moradores da Lomba do Pinheiro e da CPCA, outras ações estão sendo realizadas em conjunto no bairro. As diferentes iniciativas têm mantido contato entre si para poder atender as diversas famílias da região da melhor forma possível, trocando doações caso seja necessário. “Às vezes a pessoa diz que quer doar para uma conta do Banco do Brasil, mas como eu não tenho conta nesse banco, eu repasso para essas outras iniciativas, porque o intuito é atender as pessoas, não importa quem esteja atendendo” explica Maria Fernanda.

Contribuições e doações para ajudar a enfrentar a pandemia do coronavírus

Para auxiliar na campanha da CPCA, é necessário fazer o depósito de R$ 70,00 ou mais em uma das contas abaixo e enviar o comprovante de depósito no Whatsapp para (51) 9954.8897 (Cecília Silveira, regente da Orquestra Villa-Lobos).
Dados para depósito
CNPJ: 97.837.363/0010-09
Razão social: Instituto Cultural São Francisco de Assis
Banrisul
Agência 0156
Conta: 0600023006
Banco do Brasil
Agência 0010-8
Conta: 105185-7
*Formulário da campanha dos moradores da Lomba do Pinheiro disponível no link https://bit.ly/3bgip5e

Sabor da vitória recebe doações para famílias de catadoras

A campanha do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis destaca que os catadores, pela atividade que exercem, estão muito vulneráveis ao contágio do coronavírus. Em Porto Alegre, o grupo Sabor da Vitória (SDV), formado por mulheres chefes de família, está arrecadando doações prioritariamente para famílias das catadoras da Vila Herdeiros, onde residem. O Ateneu Libertário (rua Lobo da Costa, 147) é um dos pontos de coleta de doações, como luvas ( que precisam emborrachadas por fora e de algodão por dentro), produtos de higiene e limpeza, alimentos não perecíveis e brinquedos. Mais informações podem ser obtidas pelo número (51) 989557657.
Associação de Triagem de Resíduos Sólidos Domiciliares
Fazem parte da Associação de Triagem de Resíduos Sólidos Domiciliares 83 trabalhadores da UTC – Lomba do Pinheiro, única unidade de reciclagem de Porto Alegre responsável por processar resíduos hospitalares. Esses trabalhadores, portanto, estão ainda mais expostos. Para ajudar, faça um depósito na conta da associação: Banrisul, agência 0065, conta 06063922-01, CNPJ 04.840.876.0001.05
Time do Bem – Quinta do Portal
O Time do Bem é formado por diversas pessoas que atuam na Quinta do Portal, na Lomba do Pinheiro, que se juntam para fazer o bem. Além de se organizarem para reivindicar algumas demandas da comunidade, eles, há alguns anos, arrecadam doações e montam cestas de páscoa para as crianças. Devido a pandemia do coronavírus, estão também arrecadando doações para montar cestas básicas. Para doar, entre em contato pelo número 998740876 ou acesse a vakinha on-line.
Ação Solidária
A Mocidade Independente da Lomba do Pinheiro, O Clube de Mães da Lomba do Pinheiro e outros coletivos da região também estão fazendo uma ação solidária para atender famílias da Lomba do Pinheiro. O Ponto de coleta das doações é o Espaço Cultural Terreiro de Jorge, que fica localizado na Estrada João de Oliveira Remião, número 5693. Contato através do número (51) 99100.5618 ou e-mail [email protected]
Solidariedade Ativa! Comunidades em Luta!
Os coletivos Alicerce, G.R.E.S.B.C.E.S Filhos de Maria, Brechó da Comu e Meninas Crespas lançaram uma campanha intitulada Solidariedade Ativa! Comunidades em Luta! para arrecadação financeira para compra de cestas básicas para famílias da Lomba do Pinheiro, da Restinga, da Tuka e do Rincão. Mais informações e contato na página do Alicerce RS no Facebook.
 
leia mais notícias de Empresas & Negócios
Comentários CORRIGIR TEXTO