Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 30 de dezembro de 2019.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

COMENTAR | CORRIGIR

Leitura

Edição impressa de 30/12/2019. Alterada em 30/12 às 03h00min

Startup

resenha-empresas-reprodução jc

resenha-empresas-reprodução jc


/REPRODUÇÃO/DIVULGAÇÃO/JC
Com base em oito anos de pesquisa visitando startups, e empresas de tecnologia, o professor da Harvard Business School, Thales Teixeira, mostra como e porque as indústrias de consumo sofrem disrupção e o que as empresas estabelecidas podem fazer a respeito, além de ressaltar as estratégias específicas que potenciais startups usam para obter vantagem competitiva.
Com base em oito anos de pesquisa visitando startups, e empresas de tecnologia, o professor da Harvard Business School, Thales Teixeira, mostra como e porque as indústrias de consumo sofrem disrupção e o que as empresas estabelecidas podem fazer a respeito, além de ressaltar as estratégias específicas que potenciais startups usam para obter vantagem competitiva.
Existe um padrão na disrupção digital em um setor, - caso da Uber, por exemplo -, ou uma das inúmeras startups que roubaram grandes partes das fatias de mercado das líderes de seus setores, geralmente em questão de poucos anos.
Como Teixeira esclarece, a natureza da concorrência mudou muito. Usando novos modelos de negócios inovadores, as startups estão atraindo clientes devido ao rompimento dos elos da Cadeia de Valor do Cliente (CVC), que é como os consumidores descobrem, compram e usam produtos e serviços. Por meio do decoupling da CVC, em vez de atacarem gigantes mundiais como Unilever, Nike, BMW e Sephora logo de cara, essas startups desassociam uma parte do processo de compra do consumidor.
Desvendando a Cadeia de Valor do Cliente é um guia ilustrado com histórias exclusivas tanto de startups quanto da reação de grandes empresas estabelecidas. Assim, a obra mostra como as startups podem começar uma disrupção e como uma empresa estabelecida pode reagir a esse tipo de efeito.
Desvendando a Cadeia de Valor do Cliente; Thales Teixeira; Editora Alta Books; 352 páginas; R$ 74,90; disponível em versão digital.

Desenvolver

resenha-empresas-reprodução jc 2

resenha-empresas-reprodução jc 2


/REPRODUÇÃO/DIVULGAÇÃO/JC
Depois de celebrar a venda de mais de meio milhão de exemplares do best-seller "Seja F*da" com uma Black Edition, o autor Caio Carneiro está de volta com novo trabalho "Enfodere-se: Seja tudo o que nasceu para ser". O autor apresenta, em seu novo livro, estratégias práticas para que o leitor possa se desenvolver, buscando o próximo nível, seja ele pessoal ou profissional, e o incentiva a encontrar toda a energia necessária para colocar em prática os três C's do compromisso: Começar, Continuar e Concluir seus planos e metas em todos os aspectos da sua vida.
Caio explica que criou esse nome para o livro com a intenção de mexer com o leitor e fazer sentir que é a sua estratégia que vai fazê-lo ir até onde quer chegar. Segundo ele, a obra se destina a quem tomou a decisão de ir mais além, quem quer mais da vida e está decidido a fazer diferente. Desta forma, o livro traz um conjunto de ferramentas para tornar a história do leitor mais marcante e a sua caminhada mais eficiente.
O livro conta com um conjunto de técnicas comportamentais e estratégias que, colocadas em prática, vão levar o leitor ao desenvolvimento e seguir adiante na direção do seu tão sonhado destino. A obra foi escrita para aqueles que estão determinados a vencer e têm claro que nada vai fazê-los parar, mantendo a inspiração com o foco necessário, com a perseverança necessária e na pegada de execução que é preciso para a realização dos objetivos.
Enfodere-se!; Caio Carneiro; Buzz Editora; 208 páginas; R$ 39,90; disponível em versão digital.

Empreender

resenha-empresas-reprodução jc 3

resenha-empresas-reprodução jc 3


/REPRODUÇÃO/DIVULGAÇÃO/JC
Talvez o leitor tenha ouvido que o segredo para o sucesso é acordar às 5 horas da manhã todos os dias, mesmo que demore duas horas só para chegar ao trabalho. Ou que o pensamento positivo é a chave para ganhar seu primeiro milhão, não a herança do pai. Até mesmo pode ter sido lembrado que alguns bilionários abandonaram a universidade para empreender, fazendo com que você tenha se sentido angustiado ou fracassado.
Segundo o autor, afirmações como essas não possuem embasamento científico, ignoram estatísticas e se provam falsas ao entrar em choque com a realidade. Livros, especialistas e cursos que deveriam preparar o aspirante ao mundo dos negócios acabam fazendo o oposto ao ocultar obstáculos e criar expectativas infundadas. Empreender é se arriscar. E assumir riscos exige cuidado e planejamento desprendido de ilusões. Sonhar é importante, mas, sem segurança familiar, condições financeiras e muita dedicação, pode virar um pesadelo.
Escrito por Startup da Real, principal perfil sobre startup e empreendedorismo do Twitter, com um alcance mensal de quase 10 milhões de usuários, e do Medium, a nova edição revista e ampliada do best-seller "Este livro não vai te deixar rico" apresentará fundamentos importantes e confiáveis para que o leitor possa se aventurar nos negócios e buscar o sucesso que sempre quis.
Este livro não vai te deixar rico: Descubra a verdade sobre empreendedorismo, startups e a arte de ganhar dinheiro; Startup da Real; 240 páginas; R$ 39,90; disponível em versão digital.
 
leia mais notícias de Empresas & Negócios
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia