Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 11 de novembro de 2019.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

COMENTAR | CORRIGIR

Leitura

Edição impressa de 11/11/2019. Alterada em 11/11 às 03h00min

Mídias

resenha-empresas-reprodução jc 2

resenha-empresas-reprodução jc 2


REPRODUÇÃO/JC
A maioria das pessoas visita o YouTube para assistir a algo que não consegue encontrar em nenhum outro lugar: uma geração de diretores e apresentadores que construíram seu sucesso na plataforma, inspirados pelo desafio de compartilhar sua criatividade com o mundo. Robert Kyncl chama esses pioneiros de Streampunks. Nos últimos 10 anos, a plataforma de vídeos transformou as mídias e o entretenimento tão profundamente quanto a invenção do filme, do rádio e da televisão, mais de seis décadas atrás. A obra é um relato que examina a evolução dessa empresa e aonde ela nos levará. Compartilhando histórias de bastidores de grandes estrelas influentes do YouTube e da negociação sobre o futuro do entretenimento, o autor, com sua experiência em três das mais inovadoras empresas de mídia, HBO, Netflix e YouTube, conta a história dos vídeos em streaming e dessa cultura pop moderna. Em colaboração com o redator de discursos do Google, Maany Peyvan, o autor explica como as novas regras do entretenimento estão sendo escritas e como e por que o cenário da mídia está mudando radicalmente, enquanto dá aos aspirantes a streampunks conselhos necessários para lançar suas carreiras em mídias. "Streampunks: O Youtube e os rebeldes que estão transformando as mídias" é um caminho revelador sobre a rebelião das novas mídias que moldam o mundo.
A maioria das pessoas visita o YouTube para assistir a algo que não consegue encontrar em nenhum outro lugar: uma geração de diretores e apresentadores que construíram seu sucesso na plataforma, inspirados pelo desafio de compartilhar sua criatividade com o mundo. Robert Kyncl chama esses pioneiros de Streampunks. Nos últimos 10 anos, a plataforma de vídeos transformou as mídias e o entretenimento tão profundamente quanto a invenção do filme, do rádio e da televisão, mais de seis décadas atrás. A obra é um relato que examina a evolução dessa empresa e aonde ela nos levará. Compartilhando histórias de bastidores de grandes estrelas influentes do YouTube e da negociação sobre o futuro do entretenimento, o autor, com sua experiência em três das mais inovadoras empresas de mídia, HBO, Netflix e YouTube, conta a história dos vídeos em streaming e dessa cultura pop moderna. Em colaboração com o redator de discursos do Google, Maany Peyvan, o autor explica como as novas regras do entretenimento estão sendo escritas e como e por que o cenário da mídia está mudando radicalmente, enquanto dá aos aspirantes a streampunks conselhos necessários para lançar suas carreiras em mídias. "Streampunks: O Youtube e os rebeldes que estão transformando as mídias" é um caminho revelador sobre a rebelião das novas mídias que moldam o mundo.
Streampunks: o YouTube e os rebeldes que estão transformando as mídias; Robert Kyncl e Maany Peyvan; Editora Best Business; 320 páginas; R$ 59,90; disponível em versão digital.
 

Gestão

resenha-empresas-reprodução jc

resenha-empresas-reprodução jc


/REPRODUÇÃO/JC

Os negócios são bastante simples e lógicos. Existem princípios universais que se aplicam tanto à venda de frutas numa barraca de feira quanto à direção de uma empresa de grande porte. Afinal, toda organização precisa servir os clientes, gerir o dinheiro com eficácia, usar os ativos de maneira sensata e crescer constantemente. Esses são os conceitos básicos. E esses elementos fundamentais estão presentes em qualquer negócio de qualquer parte do mundo, independente das diferenças de cultura, idioma ou regulamentação governamental existentes. Sempre foi assim. Quando o leitor conhece os fundamentos, consegue compreender os conceitos básicos do funcionamento de qualquer empresa. Assim, ao contar histórias de companhias como Uber, Amazon, Apple, Toyota, Netflix, Walmart, GE e Starbucks, Ram Charan demonstra que os melhores CEOs têm em comum a capacidade de reduzir a complexidade do negócio e focar na sua essência. Consultor de alguns dos executivos mais bem-sucedidos do mundo, Charan ensina a importância de conhecer a fundo a empresa na qual se trabalha, compreendendo todas as etapas de produção e o papel que cada pessoa exerce nela. Essa compreensão é necessária não só para gestores, mas para colaboradores de qualquer nível hierárquico - afinal, quanto maior o lucro da empresa, maiores são as chances de crescimento profissional e retorno financeiro para todos.

O que o CEO quer que você saiba; Ram Charan; Editora Sextante; 160 páginas;
R$ 39,90; disponível em
versão digital.

Negócios

resenha-empresas-reprodução jc 3

resenha-empresas-reprodução jc 3


/REPRODUÇÃO/JC

Como uma empreiteira erguendo uma casa, este livro é construído da base para cima: primeiro vêm as grandes lajes da fundação, depois as paredes que sustentam o peso do telhado elegante, mas impermeável, e, por fim, a encantadora decoração do interior. Assim, cada capítulo deste livro procura expandir o anterior. A negociação é o cerne da colaboração. É o que torna o conflito potencialmente significativo e produtivo para todas as partes. A obra, ao longo de suas 256 páginas, leva o leitor diretamente para o mundo das negociações de alto risco e para dentro da mente de Chris Voss, que em sua carreira no FBI se tornou o principal negociador internacional em situações de sequestro. Um dos mais bem-sucedidos guias de negociação dos últimos tempos, ele ensina, com auxílio de Tahl Raz, jornalista premiado e coautor de Never Eat Alone, best-seller da lista do New York Times, nove princípios contra intuitivos para se tornar mais persuasivo na vida pessoal e profissional. Tudo isso combinado a histórias reais e emocionantes da atuação de Voss no FBI. A vida é uma sucessão de negociações para as quais você deve estar preparado: comprar um carro, pedir um aumento, renegociar o aluguel, debater decisões com a família. "Negocie como se sua vida dependesse disso" levará a inteligência emocional e intuição do leitor a outro patamar, lhe dando uma vantagem competitiva em qualquer discussão. 

Negocie como se sua vida dependesse disso; Chris Voss e Tahl Raz; Editora Sextante; 256 páginas; R$ 39,90; disponível em versão digital.

leia mais notícias de Empresas & Negócios
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia