Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 26 de julho de 2020.
Dia dos Avós.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 26 de julho de 2020.

Empresas & Negócios

Compartilhar

Leitura

- Publicada em 03h00min, 16/09/2019. Atualizada em 03h00min, 16/09/2019.

ECONOMIA

resenha - empresas - reprodução jc MICROECONOMIA

resenha - empresas - reprodução jc MICROECONOMIA


/REPRODUÇÃO/JC
A microeconomia é a área que analisa o mercado interno e os mecanismos que estabelecem os preços de produtos e serviços dentro de um Estado. Para aprofundar as relações entre os principais acontecimentos do cenário econômico mundial e a realidade interna das nações, os economistas Robert Pindyck e Daniel Rubinfeld publicaram o livro "Microeconomia". Abordando assuntos como análise de demanda, custo, formulação de estratégias de preços e análise da política pública, a fim de aproximar o leitor à realidade do tema, os autores criam uma relação direta entre as esferas macro e microeconômica. Nesse sentido, os autores unem as informações internacionais e apresentam como elas influenciam no mercado local, de forma profunda e incisiva nas questões que tangenciam o tema.
A microeconomia é a área que analisa o mercado interno e os mecanismos que estabelecem os preços de produtos e serviços dentro de um Estado. Para aprofundar as relações entre os principais acontecimentos do cenário econômico mundial e a realidade interna das nações, os economistas Robert Pindyck e Daniel Rubinfeld publicaram o livro "Microeconomia". Abordando assuntos como análise de demanda, custo, formulação de estratégias de preços e análise da política pública, a fim de aproximar o leitor à realidade do tema, os autores criam uma relação direta entre as esferas macro e microeconômica. Nesse sentido, os autores unem as informações internacionais e apresentam como elas influenciam no mercado local, de forma profunda e incisiva nas questões que tangenciam o tema.
Na sua oitava edição, a obra é revisada e atualizada, mantendo a tradição didática que permite o estudo e a aprendizagem progressiva sobre microeconomia. Além da didática característica, a obra traz destaque para a aplicação prática do conteúdo na forma de exercícios e de um maior número de exemplos e casos.
Dessa maneira, a obra pode ser adotada em diferentes cursos, tornando-o flexível e compatível com as necessidades de futuros gestores e economistas. Por esse motivo, a leitura é indicada para estudantes e profissionais das áreas de Administração, Ciências Econômicas e demais interessados no funcionamento da economia interna de um Estado.
Microeconomia; Robert Pindyck e Daniel Rubinfeld; Pearson; 768 páginas; R$ 213,36; disponível em versão digital

CAPITAL

resenha 2 - empresas - reprodução jc AS LEIS INVISÍVEIS DO DINHEIRO

resenha 2 - empresas - reprodução jc AS LEIS INVISÍVEIS DO DINHEIRO


/REPRODUÇÃO/JC
Enxergar a relação entre o desenvolvimento financeiro e a liberdade não é uma tarefa fácil. Enquanto todos têm o desejo de enriquecer para, de alguma forma, melhorar a sua vida, o caminho percorrido para esse objetivo é muitas vezes desconectado de suas emoções e necessidades. Para Ricardo Melo, especialista em finanças comportamentais, isso é o que tem tornado o mundo mais materialista a cada dia.
Em "As leis invisíveis do dinheiro", Melo busca ensinar o seu método de investimentos para quem deseja ter muito dinheiro e uma felicidade plena. Para isso, o autor analisa que é necessário alinhar as expectativas financeiras e a espiritualidade, pois conhecer-se e educar-se de acordo com aquilo que é de real valor é fundamental para analisar o que de fato se precisa.
Buscando desenvolver a estratégia mais adequada para o perfil de investidor do leitor, Melo propõe um sistema que vai ajudar a se desenvolver como pessoa à medida que cresce financeiramente. Nesse sentido, o autor constrói a ideia de um investimento alinhado com a maneira de pensar de cada um, considerando os valores que mais fazem sentido para cada perfil de pessoa.
Em 192 páginas, a publicação apresenta e aprofunda as seguintes ideias: não se torne um prisioneiro do esforço; construa riqueza com inteligência; dedique seu tempo livro para um engrandecimento pessoal; descubra o poder do equilíbrio e alcance seus objetivos profissionais sendo feliz.
As leis invisíveis do dinheiro; Ricardo Melo; Editora Gente; 192 páginas; R$ 34,90
 

NEGÓCIOS

resenha 3 - empresas - reprodução jc COMECE PELO PORQUÊ

resenha 3 - empresas - reprodução jc COMECE PELO PORQUÊ


/REPRODUÇÃO/JC
Por qual motivo algumas pessoas e organizações são mais inovadoras, admiradas e lucrativas do que outras? Por que algumas despertam grande lealdade por parte de clientes e funcionários? Para Simon Sinek, a resposta está no forte senso de propósito que as inspira a darem o melhor de si para uma causa expressiva: o porquê. No livro "Comece pelo Porquê", escrito por Sinek, o propósito é o centro das revoluções internas nas companhias. Com a publicação, o autor iniciou um movimento para ajudar as pessoas a encontrar um sentido maior no próprio trabalho, e, assim, inspirar colegas e clientes.
Ilustrando suas ideias com as fascinantes histórias de Martin Luther King, Steve Jobs e os irmãos Wright, Sinek mostra que as pessoas só irão se dedicar de corpo e alma a um movimento, uma ideia, um produto ou um serviço caso compreendam o verdadeiro propósito por trás deles. Unindo métodos que têm sido otimizados com o avanço do empreendedorismo e da inovação, como o planejamento sobre propósito, missão, valores e segmento de mercado.
A obra é indicada para todos que buscam aprofundar seus conhecimentos e otimizar o funcionamento do seu próprio negócio. No livro, o leitor poderá ver como agem e se comunicam os líderes que exercem grande influência nas equipes, assim como descobrirá um modelo a partir do qual as pessoas podem ser inspiradas, movimentos podem ser criados e organizações construídas.
Comece pelo Porquê; Simon Sinek; Sextante; 256 páginas; R$ 39,90; disponível em versão digital
 
leia mais notícias de Empresas & Negócios
Comentários CORRIGIR TEXTO