Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 02 de setembro de 2019.
Dia do Repórter Fotográfico. Feriado nos EUA - Dia do Trabalho.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

COMENTAR | CORRIGIR

opinião

Edição impressa de 02/09/2019. Alterada em 02/09 às 03h00min

Como contratar melhor usando as redes sociais?

Wagner Costa
Apesar das redes sociais, como LinkedIn e Facebook, apresentarem facilidades de recrutamento para empresas e consultorias, muitas precisam repensar o modo como realizam contratações por meio dessas plataformas. Isso porque, é um erro acreditar que basta colocar as informações sobre vagas em posts para que profissionais com perfis adequados apareçam.
Apesar das redes sociais, como LinkedIn e Facebook, apresentarem facilidades de recrutamento para empresas e consultorias, muitas precisam repensar o modo como realizam contratações por meio dessas plataformas. Isso porque, é um erro acreditar que basta colocar as informações sobre vagas em posts para que profissionais com perfis adequados apareçam.
As redes sociais possuem, de fato, um grande alcance entre os mais variados tipos de profissionais, mas elas nem sempre filtram os melhores perfis. Por outro lado, se o recrutador não souber usar todos os recursos à sua disposição, entre eles as redes sociais, terá dificuldade em preencher as posições com melhores candidatos do mercado.
Diante desse cenário, o processo de recrutamento nas redes sociais precisa ser trabalhado a fim de atrair e fazer com que o candidato ideal fique engajado com a vaga anunciada, cultura da empresa etc. Nesse sentido, é fundamental reconhecer o que fazer para ter efetividade no processo de atração.
Confira como aproveitar ao máximo as plataformas de interação social para realizar contratações:
Conheça seu público-alvo. Isso dará uma ideia de quais são suas redes preferenciais. Um profissional mais qualificado, por exemplo, normalmente está no LinkedIn, já para as vagas menos técnicas, com perfil menos completo, dá para fazer a publicação em redes sociais mais amplas.
Crie uma descrição completa. É fundamental que a descrição da vaga seja a mais completa possível, para não deixar dúvidas sobre o perfil profissional procurado. Descreva, com precisão, todas as habilidades exigidas, o tempo de experiência requerido e apresente as principais atribuições da posição que será ocupada.
Incentive o compartilhamento. Nem sempre o profissional ideal está em sua rede de contatos ou entre os seguidores da página da empresa. Incentive o compartilhamento das vagas, inclusive entre contatos que não estejam interessados ou aptos a ocupar o cargo, para aumentar o alcance das postagens.
Somado a essas dicas, o uso de um software de recrutamento online se torna indispensável para identificar e organizar, de maneira automatizada, os dados de cada candidato para comparação, e posteriormente, seleção dos melhores perfis. Caso ainda tenha dúvidas, procure um parceiro com experiência e capacidade para ajudar o RH da sua empresa a investir na contratação dos profissionais ideais para atender a sua demanda.
COO do Compleo
leia mais notícias de Empresas & Negócios
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia