Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 04 de fevereiro de 2019.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

COMENTAR | CORRIGIR

Leitura

Edição impressa de 04/02/2019. Alterada em 04/02 às 01h00min

Social

Em sua primeira obra inédita depois do sucesso de "A elite do atraso", de 2017, Jessé Souza se dedica a compreender a classe média brasileira. O livro conta o resultado de centenas de entrevistas realizadas com pessoas das mais variadas frações da classe média entre 2015 e 2018, em diversas cidades brasileiras.
O autor desconstrói os maiores mitos que procuram perpetuar o desconhecimento da classe média sobre si mesma. O primeiro é o de que sua definição é determinada exclusivamente pela renda. Souza vai além das teorias sociais que se baseiam apenas na esfera do dinheiro e do poder, e propõe uma análise mais profunda das ideias e dos valores morais dessa parcela da população.
O segundo mito trabalhado na obra diz respeito à concepção cultural do brasileiro "vira-lata", inferior, emotivo e corrupto por natureza - mentiras que a elite e seus intelectuais inventaram para melhor doutrinar e manipular a classe média. Souza reconstrói a história dessa classe no mundo e no Brasil, e reflete sobre a posição que ela assume na relação com a elite e as classes populares no País. Assim, ele mostra como é possível compreender as fontes de seu comportamento prático e as origens de seus princípios.
"Apesar de dizermos o contrário para nós mesmos, todos nós amamos as mentiras que confirmam a vida que levamos na prática e que legitimam as nossas ilusões. E detestamos a verdade que nos mostra que somos diferentes daquilo que imaginamos", diz Souza.
A classe média no espelho; Jessé Souza; Editora Sextante; 288 páginas; R$ 44.90

Empreendedorismo

"Criando negócios na base da pirâmide" apresenta uma síntese dos conhecimentos atuais sobre a pobreza, dos modelos de negócio e da inovação como os elementos básicos de uma estratégia bem-sucedida na Base da Pirâmide (BP). Desenvolvida de maneira prática, a obra de Carlos Rufín busca auxiliar executivos de empresas já constituídas, empreendedores de pequenas empresas ou aqueles com ideias de negócio que foquem este mercado ainda pouco explorado.
Várias ferramentas são apresentadas por um conjunto de estudos de caso e exemplos, aproveitando a grande quantidade de informações que temos à disposição hoje em dia, as quais muitos livros não exploram adequadamente.
O livro aborda os três blocos de construção fundamentais que um negócio da BP precisa: a compreensão do fenômeno da pobreza, o conceito de modelo de negócio e a natureza da inovação empreendedora. A obra apresenta ainda a arquitetura básica de um empreendimento focado na BP, mostrando como a procura de parceiros e colaboradores e a definição de estratégias podem orientar no desenvolvimento de um empreendimento. O autor olha para a BP ora como mercado, ora como fonte de insumos. Além do conceito e da implementação do empreendimento incluem-se também ferramentas para a medição dos impactos sociais e ambientais e para o crescimento do negócio.
Criando negócios na base da pirâmide - Oportunidades para empreender em mercados inexplorados; Carlos Rufín; Empreende Editora; R$ 55,00

Tecnologia

Pioneira no comércio de livros pela internet, a Amazon esteve à frente da primeira grande febre das pontocom. Mas Jeff Bezos, seu visionário criador, não se contentaria com uma livraria virtual descolada: ele queria que a Amazon dispusesse de uma seleção ilimitada de produtos a preços radicalmente baixos - e se tornasse "A loja de tudo", título da obra de Brad Stone.
Para pôr em prática essa visão, Bezos desenvolveu uma cultura corporativa de ambição implacável e alto sigilo que poucos conheciam de verdade.
A loja de tudo apresenta em detalhes como é a vida na gigante do comércio on-line, com detalhes que expõem um mundo de competitividade sem limites. A exemplo de outros precursores da tecnologia, como Steve Jobs, Bill Gates e Mark Zuckerberg, Bezos não cede em sua incansável busca por novos mercados, levando a Amazon a lançar empreendimentos como o Kindle e a computação em nuvem.
A loja de tudo é a biografia definitiva da start up que fez uma das primeiras e maiores apostas na internet e mudou para sempre a nossa forma de ler e de comprar. É um relato honesto sobre a empresa mais emblemática da nossa era, bem como um olhar profundamente pessoal sobre o icônico personagem que a criou.
A obra reúne depoimentos inéditos de amigos, familiares, colaboradores e ex-funcionários da Amazon , revelando importantes detalhes de todas as jogadas de Bezos para tornar a Amazon uma das empresas mais poderosas da atualidade.
A loja de tudo; Brad Stone; Editora Intrínseca; 400 páginas; R$ 49,90
leia mais notícias de Empresas & Negócios
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia