Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 05 de novembro de 2018.
Dia Nacional da Cultura, Dia do Cinema Brasileiro e Dia do Designer.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

COMENTAR | CORRIGIR

gestão

Edição impressa de 05/11/2018. Alterada em 05/11 às 01h00min

Evolução rumo ao 5G requer segurança

Tecnologia deve criar novos serviços voltados a diferentes aspectos do dia a dia

Tecnologia deve criar novos serviços voltados a diferentes aspectos do dia a dia


FREEPIK.COM/DIVULGAÇÃO/JC
A evolução em direção à 5G não é somente uma questão de ser melhor, maior ou mais rápido. Essa trajetória também deve criar muitos novos serviços e casos de uso que devem tocar em praticamente todos os aspectos de nossas vidas. No entanto, para realizar todo seu potencial, a segurança será um fator crítico para essas aplicações 5G. A 5G Americas, a associação setorial e a voz da 5G e LTE para as Américas, hoje anunciou a divulgação do relatório A Evolução da Segurança em 5G, apresentando um mundo 5G baseado nos conceitos básicos da arquitetura de segurança de redes - representando uma evolução das melhores práticas para pessoas, processos e ferramentas.
A 5G será uma plataforma para aplicativos da Internet Massiva das Coisas (IMdC), como sensores de trânsito e serviços de veículo para infraestrutura (V2I), que são algumas das aplicações fundamentais de cidades inteligentes. É importante fechar as redes contra ataques externos, evitando acesso a esses dados, o sequestro de dispositivos IdC ou a interrupção de serviços usando ataques de Negação Distribuída de Serviço (DDoS). Felizmente, a segurança foi uma das prioridades na arquitetura desenvolvida pela 3GPP, a organização global de padronização. A arquitetura aproveita da forte segurança a tecnologia LTE já oferece e que serviu como base para desenvolvimento da 5G.
Chris Pearson, presidente da 5G Americas, observou: "O setor de mobilidade sem fio sempre esteve focado em segurança, um dos principais diferenciais entre essa tecnologia e outras, é que são mais vulneráveis a ataque. O uso do espectro licenciado oferece uma camada forte de proteção contra a interceptação de tráfego de dados, voz e vídeo. Hoje, o processo de desenvolvimento está focado na tecnologia 5G e o setor móvel continua aprimorando a segurança com proteções novas e mais avançadas".
O relatório inclui uma análise abrangente das proteções que a tecnologia 5G oferece e as vulnerabilidades e vetores de ataque que essas proteções devem mitigar. O relatório também avalia as diferenças entre as tecnologias 5G, 4G e 3G em termos da arquitetura das redes core e de rádio, e como essas diferenças afetam os mecanismos de segurança disponíveis para as operadoras móveis, seus parceiros de negócios e clientes. Por exemplo, a 5G é a primeira arquitetura móvel projetada para suportar múltiplos casos de uso específicos, cada um com seus próprios requisitos de segurança digital. A segmentação de redes é uma medida comprovada do mundo de TI corporativo usada para mitigar riscos para a segurança. A 5G introduz o conceito de fatiamento de redes (network slicing), que oferece às operadoras móveis possibilidades de segmentação que antes não eram possíveis.
As funções e arquiteturas chaves das gerações anteriores (3G, 4G) ainda serão compatíveis com o ecossistema 5G. A 5G viabiliza a proliferação de tecnologias de acesso de todos os tipos, com velocidade de transmissão de dados que variam de Gbps até kbps, com e sem licenciamento, baseadas em grandes faixas de espectro, inclusive tecnologias desenvolvidas por outras organizações de padronização além da 3GPP. O relatório A Evolução da Segurança em 5G analisa questões de segurança, considerações e repostas na área de cibersegurança, casos de uso 5G, funções de segurança para 5G-DDoS, os vários tipos de ameaça que terão que ser combatidos no mundo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia