Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 10 de setembro de 2018.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

COMENTAR | CORRIGIR

Leitura

Edição impressa de 10/09/2018. Alterada em 10/09 às 01h00min

INOVAÇÃO

Inovação é a palavra-chave para as empresas que buscam crescimento e consolidação no mercado. No entanto, para muitos, lidar com a inovação em uma organização ainda é um grande desafio. Diante disso, Rivadávia Drummond, professor, pesquisador, consultor, palestrante, empresário e conselheiro de empresas, apresenta o livro Fazendo a inovação acontecer - Um guia prático para você liderar o crescimento sustentável da sua organização.
Drummond destaca a importância da inovação e aponta que ela está no centro do processo de criação do conhecimento organizacional, pois é capaz de determinar a estratégia de um negócio e gerar grandes transformações dentro de uma empresa. "Conceituar a inovação é uma tarefa árdua. Frequentemente, o termo é confundido com criatividade e invenção. No entanto, a invenção é a criação de algo inédito, como um produto, um serviço, um processo ou uma tecnologia", ressalta o autor.
O primeiro passo para implantar a inovação está no convite ao leitor para que ele faça "grandes perguntas - complexas e difíceis" a respeito de seu modelo de negócios, pois são essas questões que vão abrir espaço para aguçar a curiosidade e gerar grandes inovações. Estes e outros passos são detalhados na nova obra, que apresenta ferramentas efetivas para o crescimento de empresas.
Fazendo a inovação acontecer - Um guia prático para você liderar o crescimento sustentável da sua organização; Rivadávia Drummond; Editora Planeta Estratégia; 255 páginas; R$ 44,90

Legislação

A Lei de Recuperação de Empresas e Falência, que disciplina a recuperação judicial, a recuperação extrajudicial e a falência do empresário e da sociedade empresária, doravante referidos simplesmente como devedor, foi promulgada em 2005. A despeito disso, o livro expõe a desatualização da lei frente à diversas situações atuais que não estão presentes no texto. Questões como a recuperação judicial do empresário rural, a possibilidade de compensação de créditos, os limites e os requisitos da cessão fiduciária de recebíveis a performar, a possibilidade de vencimento antecipado das dívidas em razão do pedido de recuperação judicial, a sujeição do patrimônio de afetação à recuperação, o abuso do direito de voto e tantas outras surgiram apenas nos últimos anos e não encontram interpretação inequívoca extraída do texto da lei.
O livro Comentários À Lei de Recuperação de empresas e falência é resultado das discussões diárias acerca desses temas com os diversos profissionais da área, advogados, administradores judiciais, promotores e juízes, e pretende ser um auxílio aos aplicadores para as soluções dos diversos casos práticos que se apresentam nos processos de falência e recuperação. A leitura é indicada para os cursos de graduação e pós-graduação dos cursos de Direito e Ciências Contábeis.
Comentários À Lei de Recuperação de empresas e falência; Marcelo Barbosa Sacramone; Editora Saraiva; 568 páginas; R$ 145,90

Negócios

Silvio Santos não é apenas o apresentador de televisão mais popular que a cultura brasileira já conheceu. É também um talentoso empresário, tão sagaz na administração de seus muitos negócios quanto nas alianças políticas que soube costurar por toda a vida. Esse lado de sua trajetória, contudo, sempre ficou à sombra. Comunicador habilidoso, ele criou em torno de si uma mitologia que só fez crescer ao longo dos anos e que contribuiu para um dilema curioso: Silvio é uma das pessoas mais famosas do Brasil, mas ao mesmo tempo uma das menos conhecidas.
Desde os primeiros textos publicados a seu respeito, ainda nos anos 1960, até os livros mais recentes, o tom predominante é laudatório, focado nos prodígios de sua personalidade excepcional. O lado menos edificante - as estratégias erráticas do empresário, a subserviência desde sempre ao poder, a relação umbilical com o regime militar, a alergia ao jornalismo independente - nunca foi examinado detidamente.
Mauricio Stycer, repórter e crítico do portal UOL e colunista da Folha de S. Paulo, lança sua mais nova obra, esta sobre uma das pessoas mais conhecidas do País, com o intuito de escrever o que ainda não foi escrito sobre a personalidade. Autor dos livros Adeus, controle remoto (2016), História do lance! (2009) e O dia em que me tornei botafoguense (2011), lança agora Topa tudo por dinheiro: As muitas faces do empresário Silvio Santos.
Topa tudo por dinheiro: As muitas faces do empresário Silvio Santos; Mauricio Stycer; Editora Travessa; 256 páginas; R$ 43,37 
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia