Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 17 de maio de 2019.
Dia Internacional contra a Homofobia. Dia Mundial da Internet.

Jornal do Comércio

Automotor

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado

Edição impressa de 17/05/2019. Alterada em 17/05 às 03h00min

Novo Peugeot 2008 fica mais parecido com os irmãos 3008 e 5008

Arquitetura do painel combina elementos de maneira ousada

Arquitetura do painel combina elementos de maneira ousada


PEUGEOT/DIVULGAÇÃO/JC
As alterações estéticas, principalmente na dianteira, deixam o modelo com visual mais robusto e sofisticado, em sintonia com a identidade de estilo dos demais utilitários-esportivos da marca.
O Peugeot 2008 ganha uma nova grade frontal, com acabamento em preto, que exibe elementos tridimensionais. O capô mais retilíneo eleva e torna mais imponente a parte frontal do veículo, a exemplo do que se vê no 3008 e 5008. O novo para-choque dianteiro aumenta o ângulo de ataque do carro e agrega molduras onde vêm instalados os faróis de neblina. O conjunto ótico frontal recortado, característica marcante, se mantém, contando com luzes de LED iluminação para circulação diurna.
Os protetores pretos situados na parte inferior da carroceria, agora de série em todas as versões, se estendem do para-choque dianteiro ao traseiro. Na traseira, nada mudou: destaque para a ondulação da tampa do porta-malas e para as lanternas com formato de garras.
Na esfera técnica, a novidade do Peugeot 2008 é a esperada dobradinha do motor THP 1.6 16V Flex com o câmbio automático de seis marchas. Turbinado, com duplo comando de válvulas no cabeçote e injeção direta sequencial, o propulsor acompanha apenas a versão Griffe THP, entregando 173 cv de potência e 240 Nm de torque máximos.
Para as demais configurações do SUV compacto, a motorização é a 1.6 bicombustível aspirada, que fornece 118 cv e 158 Nm de torque máximos. A transmissão se repete, a automática de seis marchas (produzida pela japonesa Aisin, oferece quatro modos de condução - drive, eco, sport e sequencial).
Outro privilégio do 2008 Griffe THP é o "Grip Control", dispositivo de auxílio à condução capaz de otimizar o desempenho em diferentes terrenos, como neve, areia ou lama. O recurso contempla cinco ajustes manuais: padrão, areia, neve, lama ou ESP Off.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia