Porto Alegre, quarta-feira, 09 de junho de 2021.
Dia do Porteiro. Dia do Tenista.
Porto Alegre,
quarta-feira, 09 de junho de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Lavouras

- Publicada em 12h21min, 09/06/2021.

Safra de arroz teve produtividade recorde

Arrozeiros gaúchos colheram, em média, 9.010 quilos por hectare

Arrozeiros gaúchos colheram, em média, 9.010 quilos por hectare


NEW HOLLAND/DIVULGAÇÃO/JC
A produtividade média no arroz no Rio Grande do Sul na safra 2020/2021 alcançou um recorde de 9.010 quilos por hectare. A maior produtividade, até então, foi registrada na safra 2019/2020, com 8.400 kg/ha. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (9) pelo Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), que finalizou o levantamento dos dados deste ciclo.
A produtividade média no arroz no Rio Grande do Sul na safra 2020/2021 alcançou um recorde de 9.010 quilos por hectare. A maior produtividade, até então, foi registrada na safra 2019/2020, com 8.400 kg/ha. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (9) pelo Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), que finalizou o levantamento dos dados deste ciclo.
Analisando os dados das seis regiões arrozeiras, a Fronteira Oeste apresentou a maior produtividade, com 9.705 Kg/ha. A Zona Sul também teve um desempenho acima da média gaúcha, com 9.325 kg/ha.
Em todo o Estado, foram colhidas 8.523.429 toneladas, a quarta maior produção da história. As três maiores, no entanto, foram sobre áreas acima de 1,1 milhão de hectares enquanto a safra deste ano foi colhida em 945.971 hectares.
Segundo o Irga, as altas produtividades obtidas na safra 2020/2021 são resultados da adoção de manejos recomendados por pesquisa e extensão, tais como: preparo antecipado do solo, utilização de sementes certificadas, semeadura na época preferencial, irrigação estabelecida até o estádio V3-V4, manejo precoce de plantas daninhas, rotação de culturas (principalmente com soja), implantação de coberturas de inverno em sistemas integrados de produção agropecuária (destaque para o azevém e trevo persa), entre outras práticas agronômicas.
Além disso, o Irga destaque a genética desenvolvida pelo instituto, principalmente o uso da cultivar IRGA 424 RI, que apresenta estabilidade e alto potencial produtivo e foi semeada em mais de 50% das lavouras de arroz do Estado. Dos 945.971 ha colhidos nesta safra no RS, em 612.787 ha foram usadas as cultivares desenvolvidas pelo Irga, o que representa 64,78% de todas as cultivares semeadas. 
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário