Porto Alegre, terça-feira, 25 de maio de 2021.
Dia da Indústria e dia do Aniversário do Jornal do Comércio.
Porto Alegre,
terça-feira, 25 de maio de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Silvicultura

- Publicada em 09h30min, 25/05/2021.

Colheita da erva-mate é aberta no Rio Grande do Sul

Governador Eduardo Leite participou do evento, que ocorreu em Ilópolis

Governador Eduardo Leite participou do evento, que ocorreu em Ilópolis


ITAMAR AGUIAR/PALÁCIO PIRATINI/JC
O governador Eduardo Leite participou, nesta segunda-feira (24), da primeira edição da Abertura Oficial da Colheita da Erva-Mate do Rio Grande do Sul, realizada no município de Ilópolis, no Vale do Taquari. O evento ocorreu na propriedade rural da família Camilotti-Carlesso. Devido às restrições impostas pela pandemia de coronavírus, houve transmissão ao vivo pelas redes sociais da prefeitura do município.
O governador Eduardo Leite participou, nesta segunda-feira (24), da primeira edição da Abertura Oficial da Colheita da Erva-Mate do Rio Grande do Sul, realizada no município de Ilópolis, no Vale do Taquari. O evento ocorreu na propriedade rural da família Camilotti-Carlesso. Devido às restrições impostas pela pandemia de coronavírus, houve transmissão ao vivo pelas redes sociais da prefeitura do município.
A festa da colheita da erva-mate integra, desde 2019, o calendário oficial do Estado, a partir de lei sancionada no mesmo ano. A Lei 81/2017 é de autoria dos deputados estaduais Elton Weber PSB) e Vilmar Zanchin (MDB), do deputado federal Ronaldo Santini (PTB), atual secretário de Turismo, e dos ex-deputados Juliano Roso (PCdoB) e Missionário Volnei (PL).
No Rio Grande do Sul, a produção de erva-mate está concentrada em cinco grandes regiões, conhecidas como polos ervateiros: Missões Celeiro, Alto Uruguai, Nordeste Gaúcho, Alto Taquari e Região dos Vales. A abrangência territorial é distribuída em 205 municípios do Estado, majoritariamente na metade norte.
A produção no Estado alcança em torno de 280 mil toneladas de folha por ano, em uma área de 31 mil hectares. De acordo com o Sindicato da Indústria do Mate (Sindimate/RS), há 250 indústrias focadas no segmento, além de cerca de 14 mil propriedades especializadas na produção da folha.
Leite também reforçou o compromisso do governo em investir em obras de infraestrutura na região. Nos próximos dias, o Estado deve anunciar a ampliação de investimentos na área. O planejamento inclui a reforma da ERS-332, rodovia que vai de Arvorezinha, no Vale do Taquari, passa por Soledade, Espumoso, Lagoa dos Três Cantos e termina em Não-Me-Toque, e a pavimentação do acesso asfáltico entre Santa Tereza e Muçum, ligando o Vale do Taquari ao Vale dos Vinhedos, na Serra.
Também participaram do evento o presidente do Instituto Brasileiro da Erva-Mate (Ibramate), Alberto Tomelero, o prefeito de Ilópolis, Edmar Pedro Rovadoschi, os secretários Ronaldo Santini (Turismo), Luiz Carlos Busato (Articulação e Apoio aos Municípios), Danrlei de Deus (Esporte e Lazer) e Juvir Costella (Logística e Transportes), o deputado federal Alceu Moreira, deputados estaduais e prefeitos.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário