Porto Alegre, quarta-feira, 18 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 18 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Crédito

- Publicada em 09h46min, 18/11/2020.

Banrisul começa a operar crédito rural com recursos próprios e juro equalizado

Instituição foi autorizada pela primeira vez pelo Tesouro Nacional a operar neste formato

Instituição foi autorizada pela primeira vez pelo Tesouro Nacional a operar neste formato


WENDERSON ARAUJO/CNA/DIVULGAÇÃO/JC
Como forma de ampliar a oferta de recursos para investimentos na safra a safra 2020/2021, o Banrisul passa a ofertar agora uma linha de até R$ 450 milhões, com recursos próprios de crédito rural, nas mesmas condições de prazos e taxas de juros oferecidas pelo BNDES. Esta é a primeira vez que o banco é autorizado a operar com a modalidade de equalização no crédito rural.
Como forma de ampliar a oferta de recursos para investimentos na safra a safra 2020/2021, o Banrisul passa a ofertar agora uma linha de até R$ 450 milhões, com recursos próprios de crédito rural, nas mesmas condições de prazos e taxas de juros oferecidas pelo BNDES. Esta é a primeira vez que o banco é autorizado a operar com a modalidade de equalização no crédito rural.
A dotação adicional de recursos tem por finalidade ampliar no agronegócio gaúcho a disponibilidade de recursos para investimentos como a equalização de taxa de juros - um subsídio federal que visa tornar mais barato o crédito para os produtores. Por meio do incentivo, o Tesouro Nacional cobre a diferença entre o custo de recursos financeiros e a taxa efetivamente paga pelo produtor. 
De acordo com o superintendente da Unidade de Agronegócios, Robson Oliveira Santos, os recursos repassados do BNDES a cada ano têm cessado com maior rapidez. “Nesse momento de dificuldades para o setor, com esgotamento precoce dos recursos de BNDES em todo o Brasil, o Banrisul garante ao produtor rural a manutenção do financiamento de investimentos de longo prazo com as mesmas condições do Plano Safra”, destaca.
Os recursos estão distribuídos em diversas linhas de investimento, atendendo produtores familiares (Pronaf), médios produtores (Pronamp), bem como agricultores de grande porte. O prazo das operações pode chegar em até 13 anos, e as taxas de juros ao tomador final são de 4% ao ano para agricultura familiar e de 6% ao ano para médios e demais produtores.
Comentários CORRIGIR TEXTO