Porto Alegre, quinta-feira, 12 de novembro de 2020.
Dia do Supermercado. Dia Internacional da Qualidade.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 12 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Pecuária

- Publicada em 12h17min, 12/11/2020. Atualizada em 14h44min, 12/11/2020.

Abate de bovinos cai e de suínos e frangos sobe no 3º trimestre 

Em comparação com mesmo periodo do ano passado, ouve queda de 10% nos abates de cabeças de bovinos

Em comparação com mesmo periodo do ano passado, ouve queda de 10% nos abates de cabeças de bovinos


PEDRO PÍFFERO/ARQUIVO PESSOAL/DIVULGAÇÃO/JC
O Brasil registrou o abate de 7,58 milhões de cabeças de bovinos sob algum tipo de serviço de inspeção sanitária no terceiro trimestre, queda de 10,8% ante igual período de 2019. Em relação ao segundo trimestre de 2020, houve alta de 3,8%.
O Brasil registrou o abate de 7,58 milhões de cabeças de bovinos sob algum tipo de serviço de inspeção sanitária no terceiro trimestre, queda de 10,8% ante igual período de 2019. Em relação ao segundo trimestre de 2020, houve alta de 3,8%.
Os dados preliminares são das Pesquisas Trimestrais do Abate de Animais, do Leite, do Couro e da Produção de Ovos de Galinha, divulgados nesta quinta-feira (12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
A produção de 2,02 milhão de toneladas de carcaças bovinas no terceiro trimestre de 2020 consistiu em uma retração de 8,0% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior e aumento de 7,6% em relação ao segundo trimestre de 2020.
Já o abate de suínos somou 12,57 milhões de cabeças no terceiro trimestre de 2020, um aumento de 7,0% em comparação com igual trimestre do ano anterior. Houve alta de 3,8% na comparação ao segundo trimestre, informou o IBGE.
Também na contramão da queda no abate de bovinos, foram abatidas 1,50 bilhão de cabeças de frango no terceiro trimestre de 2020, aumento de 1,8% em relação ao trimestre equivalente de 2019. Também houve alta de 6,2% na comparação com o segundo trimestre de 2020.
Comentários CORRIGIR TEXTO