Porto Alegre, segunda-feira, 09 de novembro de 2020.
Dia do Hoteleiro.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 09 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Agronegócio

- Publicada em 22h02min, 09/11/2020. Atualizada em 22h03min, 09/11/2020.

BRF tem receita líquida de quase R$ 10 bilhões no terceiro trimestre

Companhia, que é uma das maiores players de alimentos no mundo, teve lucro de R$ 219 milhões

Companhia, que é uma das maiores players de alimentos no mundo, teve lucro de R$ 219 milhões


NELSON ALMEIDA/AFP/JC
A BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, registrou receita líquida de quase R$ 10 bilhões nas operações continuadas no terceiro trimestre de 2020, informou  grupo nesta segunda-feira (9). O valor ficou em R$ 9,9 bilhões, alta de 17,5% em relação ao mesmo período de 2019.
A BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, registrou receita líquida de quase R$ 10 bilhões nas operações continuadas no terceiro trimestre de 2020, informou  grupo nesta segunda-feira (9). O valor ficou em R$ 9,9 bilhões, alta de 17,5% em relação ao mesmo período de 2019.
A companhia abriu mais de 400 vagas em suas unidades no Rio Grande do Sul. 
O lucro líquido consolidado foi de R$ 219 milhões, e a geração de caixa operacional atingiu R$ 1,77 bilhão no terceiro trimestre. Pouco mais da metade da receita líquida, ou R$ 5,29 bilhões, foi no segmento Brasil, avanço de 20,8% em relação ao mesmo período do ano passado.
O EBITDA ajustado consolidado atingiu R$ 1,31 bilhão, com crescimento de 15,3% em relação a 2019. A margem ficou em 13,2%. No Brasil, o EBITDA ajustado ficou em R$ 829 milhões, alta de 53,3% e margem de 15,7%. O EBITDA no exterior somou R$ 476 milhões, com margem de 11%.
A alavancagem líquida da companhia manteve o patamar do terceiro trimestre de 2019, de 2,9 vezes. “Avançamos na nossa estrutura de capital, com alavancagem em 2,9x e emissão de US$ 800 milhões em Bonds no mercado internacional com prazo de 30 anos. Com isso, estendemos nosso prazo médio de dívida para 9,5 anos, o que nos deixa em condições de avançar com nossas iniciativas de crescimento”, explicou o CEO, Lorival Luz, por nota.
Nos investimentos, o valor foi de R$ 662 milhões no último trimestre. 
Comentários CORRIGIR TEXTO