Porto Alegre, quarta-feira, 07 de outubro de 2020.
Dia do Compositor.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 07 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Defesa Sanitária

- Publicada em 11h55min, 07/10/2020.

Seminário Estadual de Febre Aftosa será realizado em dezembro

Evento deverá mostrar ao público todos os avanços que vem sendo realizados

Evento deverá mostrar ao público todos os avanços que vem sendo realizados


Divulgação/Faesc/JC
Está marcado para 3 de dezembro um grande evento virtual para atualizar produtores, representantes do setor de proteína animal, entidades de classe, prefeitos, técnicos e estudantes sobre o que vem sendo feito para o avanço de status sanitário do Rio Grande do Sul. A realização do Seminário Estadual de Febre Aftosa foi discutida nesta terça-feira (6) em reunião online do Grupo Gestor do Plano Estratégico do Pnefa (Programa Nacional de Vigilância para a Febre Aftosa) e integra as exigências do Ministério da Agricultura.
Está marcado para 3 de dezembro um grande evento virtual para atualizar produtores, representantes do setor de proteína animal, entidades de classe, prefeitos, técnicos e estudantes sobre o que vem sendo feito para o avanço de status sanitário do Rio Grande do Sul. A realização do Seminário Estadual de Febre Aftosa foi discutida nesta terça-feira (6) em reunião online do Grupo Gestor do Plano Estratégico do Pnefa (Programa Nacional de Vigilância para a Febre Aftosa) e integra as exigências do Ministério da Agricultura.
Para o chefe da Divisão de Saúde Animal da Secretaria da Agricultura, Fernando Groff, será a oportunidade de mostrar ao público do setor todos os avanços que vem sendo realizados, bem como “pontuar a importância da atuação de todos para manter o rebanho livre da doença”. O presidente do Fundo de Desenvolvimento e Defesa Sanitária Animal do RS, Rogério Kerber, destacou as ações do fundo para comunicar aos produtores a importância da responsabilidade compartilhada. “Temos, ao longo dos anos, falado aos produtores de diversas formas, seja em entrevistas às emissoras de rádio do interior ou na produção de materiais impressos para o apoio do Serviço Veterinário Oficial. Seguimos no propósito de contribuir para o fortalecimento da defesa sanitária no Estado”, concluiu.
Na reunião também ficaram definidos dois novos encontros antes do Seminário Estadual, para alinhamento de pautas, convidados e forma de participação digital. No encontro desta terça-feira, participaram, além da coordenação da Secretaria da Agricultura, Fundesa-RS, Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio Grande do Sul, Sicardergs, SIPS-RS, FecoAgro-RS, Febrac, e Divisão de Febre Aftosa (Difa) do Ministério da Agricultura.
Comentários CORRIGIR TEXTO