Porto Alegre, segunda-feira, 14 de setembro de 2020.
Aniversário da cidade de Viamão.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 14 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

consumo

- Publicada em 14h17min, 14/09/2020.

Tereza Cristina diz que preços do arroz voltarão a se equilibrar em janeiro

Segundo a a ministra da Agricultura, a nova safra do cereal contribuirá para reduzir o preço

Segundo a a ministra da Agricultura, a nova safra do cereal contribuirá para reduzir o preço


Marcelo Camargo/Agência Brasil/Divulgação/JC
A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou que os preços do arroz deverão se equilibrar a partir de meados de janeiro, com a safra da cultura em Santa Catarina. O arroz acumula uma alta de 19,25% em 2020 de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou que os preços do arroz deverão se equilibrar a partir de meados de janeiro, com a safra da cultura em Santa Catarina. O arroz acumula uma alta de 19,25% em 2020 de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Segundo informou a ministra em entrevista à rádio Jovem Pan, "o governo não fará intervenção". "A intervenção que poderia ser feita é uma intervenção de comércio: abrimos 400 mil toneladas de importação com tarifa zero e isso traz tranquilidade de que não haverá falta de produto", disse.
De acordo com Tereza Cristina, entre os motivos que levaram ao aumento do preço do produto está a concessão do auxílio emergencial e a mudança dos hábitos dos brasileiros, que passaram a se alimentar mais em casa por causa da pandemia do novo coronavírus.
Comentários CORRIGIR TEXTO