Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 04 de junho de 2018.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Acidente

Alterada em 04/06 às 10h37min

Erupção do vulcão mata pelo menos 25 pessoas na Guatemala

O vulcão entrou em atividade no domingo e lançou cinzas e rochas a 4,5 mil metros acima do nível do mar

O vulcão entrou em atividade no domingo e lançou cinzas e rochas a 4,5 mil metros acima do nível do mar


ORLANDO ESTRADA/AFP PHOTO/JC
Autoridades da Guatemala informaram nesta segunda-feira (4), que pelo menos 25 pessoas morreram e outras 3,2 mil foram retiradas de suas casas após erupção do Vulcão de Fogo, que entrou em atividade no Domingo (3). Ainda de acordo com as autoridades, há um número não determinado de pessoas desaparecidas.
A movimentação vulcânica começou pouco antes do meio-dia (15 horas de Brasília) do domingo (3) lançando cinzas e rochas a 4,5 mil metros acima do nível do mar. As cidades próximas sofreram com a fumaça pesada e com o fluxo de pedras que desceram pelos flancos do vulcão, atingindo casas e estradas.
Segundo a Agência de vulcanologia da Guatemala, a erupção diminuiu por volta das 22h (1h desta segunda-feira, em Brasília). De acordo com o porta-voz da agência, David de León, os primeiros corpos foram encontrados na comunidade San Miguel Los Lotes.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia