Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 07 de junho de 2018.
Dia da Liberdade de Imprensa.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 06/06/2018. Alterada em 05/06 às 20h30min

Reportagem Cultural

Excelente a matéria Luiz Antonio Assis Brasil revê 42 anos de carreira em obra que resume seu legado (Reportagem Cultural, caderno Viver, Jornal do Comércio, 01/06/2018). O lançamento é um marco na escrita criativa, que nos dá a oportunidade de ler este livro do mestre. (André Maia, Sapucaia do Sul/RS)
Espaço Vídeo
Fiquei muito triste em saber que a Espaço Vídeo fechou. Fui cliente assídua. É uma perda lastimável. Uma referência cultural grandiosa. (Rosemari de Oliveira Nunes, Porto Alegre)
Revitalização do Cais Mauá
Informo ao senhor Manoel L. S. dos Santos, que aqui (Palavra do Leitor, Jornal do Comércio de 05/06/2018) se manifestou, que conheço muito bem o Puerto Madero, em Buenos Aires, e, além dele, conheço os portos de São Francisco e de Nova Iorque, que passaram por processos semelhantes. A diferença entre o que lá foi feito e aquilo que se pretende fazer com o nosso porto, a duras penas construído durante as décadas de 1930/1940, é que, devido ao seu grande movimento, foram deslocados, o de Buenos Aires, em direção à parte mais larga do Rio da Prata, e os de São Francisco e de Nova Iorque, em direção ao oceano, para ampliá-los e afastá-los dos respectivos centros urbanos. Aqui, ao contrário, estão deslocando, aquilo que sobraria do Cais Mauá, para a parte mais estreita e mais rasa do Guaíba, em direção a Canoas. Um absurdo, sob todos os aspectos. Isso só vai ser bom para aquelas empresas que, lá, pretendem construir diversos prédios e obterem bons lucros. (Cláudio José Fonseca Ferreira, Porto Alegre)
Vereadores por vocação
Sempre que se aumenta o subsídio dos vereadores, como fez agora o Parlamento de Porto Alegre ao elevar o de seus edis para R$ 13,8 mil, levanta-se a polêmica em torno do tema. Eu, que já concorri, defendo a ideia de que vereadores, por ser, em tese, a primeira experiência do cidadão em cargo eletivo, não deveria ter remuneração nenhuma, mas tão somente ajuda de custo para certos gastos, como transporte, por exemplo. Eventuais assessorias seriam contratadas pelas Câmaras, em certas especialidades, e deveriam servir a todos os eleitos, conforme já ocorre em alguns países. Os vocacionados pela política, hoje afastados pelas caras campanhas eleitorais e pelos cabos eleitorais pagos com recursos públicos, ditos cargos em comissão (CCs), teriam mais condições de chegar à Casa Legislativa Municipal. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral, em 2016 estavam sendo disputadas 57.949 vagas para vereador em todo o País. Somente no Rio Grande do Sul eram 4.910 vagas. Sem a remuneração de vereadores e de seus cabos eleitorais, bilhões de reais (arriscaria dizer trilhões) seriam disponibilizados aos municípios brasileiros para serem aplicados em políticas públicas. Lembremos que política não é profissão; é vocação! (Lino Abel Nunes, Porto Alegre)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Dorian R. Bueno 07/06/2018 10h32min
BAH QUE BRASILEIRÃO TCHÊ!!! Os mosqueteiros do Grêmio encolhidos de frio, não conseguiram espetar o porco do Palmeiras. Ainda levaram um contra veneno de DOIS A ZERO, na base do TIC TAC. Quando um time joga um futebol bem competitivo, vence até fora de casa. Será que o Palmeiras jogou retrancado? Será que o Palmeiras jogou somente no contra ataque? Será que o gramado da Arena estava Show para o Grêmio perder em casa? Será que o Palmeirense Roger é mais técnico que o Gremista e falastrão Renato? Este Brasileirão está tri embolado. Tchê. Abs. Dorian Bueno, POA, 07.06.2018
Dorian R. Bueno 06/06/2018 13h40min
JOGO RÁPIDO!!!nSem Gols, mais um empate, não tenho o muito o que falar.nMas, assino junto com todos que já falaram sobre esta invencibilidade mentirosa do Internacional.nPorque o time não tem conseguido fazer Gols de forma natural e sem stress?nÉ estranho que nada é feito para melhorar este desempenho?nAbs. Dorian Bueno, POA, 06.06.2018