Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 04 de junho de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Fernando Albrecht

Começo de Conversa

Notícia da edição impressa de 05/06/2018. Alterada em 04/06 às 21h04min

Não tem solução

FERNANDO ALBRECHT/ESPECIAL/JC
Porto Alegre deve ser a única cidade do mundo onde a preferência nas calçadas é para os camelôs e os ambulantes que não ambulam, e não para os pedestres. Caso do Centro Histórico e de vários bairros. Seja na Rua da Praia ou nas transversais, ambos os lados deixam, mal e mal, um corredorzinho para a passagem de transeuntes. Na Borges de Medeiros, camelôs e ambulantes que não ambulam chegam a ocupar os dois lados da mesma calçada.

Só no cartão

É comum presidenciáveis ou candidatos a governador colocarem como prioridade a escolha de equipe técnica competente e a redução do número de ministérios ou secretarias. Tudo bem, vamos que consigam, mas não tem como enxugar o quadro monstruoso de funcionários das pastas. Uma vez extintas, eles vagarão como fantasmas até que sejam aproveitados em outros setores. Mudança só no cartão de visita.

Filme de tribunal

Os controladores da JBS, Wesley e Joesley Batista, enfrentam novo processo na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Tem a ver com acionistas minoritários. Até aqui, já dava um bom documentário. Ou filme, com direito a sequências.

Orgânicos

A matéria de capa do caderno especial sobre o Dia do Meio Ambiente, encartado nesta edição do Jornal do Comércio, mostra a multiplicação dos serviços de entrega de alimentos orgânicos a domicílio. Mas além disso, as feiras ecológicas também se proliferam pela cidade. Segundo a reportagem, Porto Alegre já tem 30 dessas feiras. Realmente, é um nicho de mercado que cresce e tem futuro.

Direito do Trabalho

O desembargador do TRT-4, Francisco Rossal de Araújo, e o professor Rodrigo Coimbra lançam, hoje, às 19h, no Colégio Rosário, o livro "A Prescrição no Direito do Trabalho". Ambos ainda farão uma palestra com o tema "A Prescrição Intercorrente e Reforma Trabalhista".

A salvação parlamentarista...

A presidente do STF, Cármen Lúcia, marcou, para o dia 20, o julgamento de uma ação que questiona a possibilidade do Congresso instituir o parlamentarismo por meio de uma PEC, por maioria absoluta. O sistema tem vários formatos e, em tese, traz vantagens e desvantagens, especialmente até a nação amadurecer depois de, pelo menos, três eleições gerais, digamos.

...ou anos de cafezinho frio

Dada a cobrança imediata por resultados pelo eleitor - para quem longo prazo é um mês se tanto -, é provável que o gabinete caia no melhor estilo italiano, que teve 64 governos após a II Guerra Mundial, quase um por ano. Em resumo, todo ano vai ser ano de eleição, e, como é sabido, o Brasil estaciona no acostamento em anos eleitorais. O cafezinho será sempre frio.

Tiro pela culatra I

Antes da Lei do Frete ora em vigor, o preço do frete para os caminhoneiros autônomos (70% no Estado e 30% no resto do Brasil) de uma carga saída de Sarandi até o porto do Rio Grande custava em torno de
R$ 90,00 a tonelada; na volta, os caminhoneiros retornam ao destino original carregados com fertilizantes e outros insumos agrícolas. Mas mudou, e para pior, tanto para caminhoneiros quanto para produtores.

Tiro pela culatra II

Pela nova Lei do Frete, o custo por tonelada com mesma origem e destino aumentou para R$ 138,00 a tonelada, cálculo feito por eixo do veículo/tonelada. Não bastasse esse aumento, a lei determina que, na volta, os caminhoneiros recebam o mesmo valor pago pela ida. Resultado: parou a comercialização, segundo Antônio Sartori, da Brasoja. Ninguém em Rio Grande paga esse valor em vez do preço anterior. É ruim para todo mundo.

Miúdas

  • MDB, PT, PSDB e PP perderam 17% no total de filiados desde 2002. Naquele ano, somavam 49,5% do eleitorado (O Globo).
  • SE não puder ser candidato, e se o PT não for cabeça de chapa, será que o ex-presidente Lula votaria em Henrique Meirelles (MDB)?
  • AFINAL, Meirelles foi ministro da Fazenda nos dois governos de Lula, que sempre o prestigiou.
  • PCC fatura, anualmente, R$ 400 milhões (leitura conservadora) - R$ 800 milhões de acordo com os mais realistas.
  • SOMADO todo o faturamento das propinas, em qual posição do ranking das 500 maiores empresas estaria essa atividade?

Finais

  • MOOVE anunciou Alberto Meneghetti como novo sócio-diretor da agência.
  • NESTLÉ apoia o Padrão de Conduta da ONU para a comunidade empresarial no combate à discriminação contra o público LGBTI .
  • HOSPITAL Mãe de Deus promove, dia 13/18h30min, palestra sobre cirurgia bariátrica. Aberta ao público.
  • NOVO blog sobre política e eleições (ns2consultoria.blogspot.com) reúne Nubia Silveira, Carlos Bastos, Jorge Seadi Jr. e Sergio Araujo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia