Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 21 de maio de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

gente

Alterada em 21/05 às 09h29min

Morre vice-prefeito do Rio após complicações decorrentes de infarto

Mac Dowell (e) era vice de Marcelo Crivella e deu entrada na unidade de saúde no último domingo

Mac Dowell (e) era vice de Marcelo Crivella e deu entrada na unidade de saúde no último domingo


Fernando Frazão/Agência Brasil/JC
Agência Brasil
O vice-prefeito do Rio de Janeiro, Fernando Mac Dowell, morreu na noite de ontem (20), devido a complicações decorrentes de um infarto, informou na manhã desta segunda-feira (21) o Hospital Vitória, onde ele estava internado.
Mac Dowell deu entrada na unidade de saúde no último domingo (13), em razão de um infarto do miocárdio extenso. O paciente passou por uma angioplastia coronariana de emergência e ficou internado em estado grave.
Vice-prefeito de Marcelo Crivella (PRB), Fernando Mac Dowell era especialista em mobilidade e também chegou a ocupar o cargo de secretário de transportes na atual administração. Participou da concepção da Ponte Rio-Niterói, da Linha Vermelha e do metrô do Rio.
Pai de quatro filhos, Mac Dowell, de 72 anos, cursou engenharia na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Atualmente, era professor da Pontifícia Universidade Católica (PUC) do estado. Ele participou do segundo governo de Leonel Brizola, de 1991 a 1994.
Antes, trabalhou na Empresa Brasileira de Planejamento de Transportes criada em 1965 pelo regime militar. Exerceu, no começo da década de 80, a função de diretor do metrô carioca, quando a Linha 1 começava a funcionar, durante o governo Chagas Freitas.
O convite para compor a chapa de Marcelo Crivella à prefeitura do Rio veio da deputada federal Clarissa Garotinho (PR-RJ). Mac Dowell foi conselheiro da deputada enquanto ela presidia a Comissão de Viação e Transportes da Câmara, de março de 2015 a abril de 2016.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia