Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 31 de maio de 2018.
Corpus Christi. Dia Mundial de Combate ao Fumo.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

espanha

Notícia da edição impressa de 01/06/2018. Alterada em 31/05 às 19h43min

Oposição apresenta moção de censura contra premiê espanhol

O Parlamento espanhol apresentou, nesta quinta-feira, uma moção de censura que pode derrubar o governo conservador do primeiro-ministro Mariano Rajoy, do PP (Partido Popular). Ele lidera o país há oito anos, mas pode deixar o poder devido ao acúmulo de escândalos de corrupção.
A proposta foi feita pelo líder da oposição, Pedro Sánchez, representando o Partido Socialista Operário Espanhol (Psoe), depois que a Justiça condenou uma série de figuras ligadas ao PP por corrupção. O próprio partido conservador foi condenado como pessoa jurídica por ter se beneficiado de uma trama de venda de contratos públicos.
Para ser aprovada, a moção precisa da maioria absoluta dos legisladores, ou seja, 176 votos. O Psoe (84 cadeiras) já tem o apoio do Podemos (esquerda, 67), mas ainda tenta seduzir alguns dos pequenos partidos, o que pode levá-lo a uma aliança temporária com movimentos separatistas bascos e catalães - meses depois de o governo ter negado a reivindicação de secessão na Catalunha.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia