Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 10 de maio de 2018.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

oriente médio

Alterada em 10/05 às 09h44min

Israel bombardeia alvos iranianos na Síria em pior ofensiva desde 2011

Tanques israelenses se preparavam para o ataque nas colinas de Golã da fronteira com a Síria

Tanques israelenses se preparavam para o ataque nas colinas de Golã da fronteira com a Síria


MENAHEM KAHANA/AFP PHOTO/JC
Militares de Israel bombardearam "dezenas" de alvos iranianos na Síria nesta quinta-feira (10), em resposta a um ataque iraniano com foguetes contra soldados israelenses posicionados nas Colinas de Golã, no mais grave confronto já ocorrido entre israelenses e iranianos.
Segundo Israel, os alvos incluíram estoques de armas, locais de logística e centros de inteligência utilizados por forças iranianas na Síria. Israel também informou ter destruído vários sistemas de defesa aérea da Síria. A ofensiva israelense foi a mais intensa na vizinha Síria desde o início da guerra civil local, em 2011. Os ataques de Israel mataram 23 combatentes, incluindo cinco soldados sírios, de acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, com sede em Londres. Já a Rússia alega que a operação israelense envolveu 70 mísseis, sendo que mais de metade deles foram derrubados. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia