Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 03 de maio de 2018.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Índia

Notícia da edição impressa de 04/05/2018. Alterada em 03/05 às 22h56min

Chuvas e tempestade de areia causam 90 mortes

Violentas tempestades de areia, acompanhadas por chuvas fortes, atingiram o Norte da Índia, deixando cerca de 90 mortos e 160 feridos, informaram autoridades locais nesta quinta-feira. Parte das vítimas foi atingida por muros e árvores que caíram devido aos ventos de até 130 quilômetros por hora.
A tempestade, que começou na quarta-feira, atingiu principalmente a cidade de Agra, que abriga o monumento histórico Taj Mahal. O comissário de emergência do estado de Uttar Pradesh, onde se localiza o município, disse que 43 pessoas morreram no local.
Em toda a região, foram ao menos 64 mortos e 67 feridos. Muitos morreram enquanto dormiam, já que diversas casas desabaram no meio da noite - a maioria das construções era feita de barro. Por isso, as autoridades recomendaram que os moradores dormissem na rua até o fim da tempestade.
Outras 27 pessoas morreram no estado de Rajistão, também no Norte do país. Há ainda relatos de que haveria duas vítimas em Madhya Pradesh e outras duas em Punjab, mas nenhum desses casos foi confirmado oficialmente.
A tempestade de areia prejudicou a visibilidade na capital, Nova Déli, mas os fortes ventos não provocaram vítimas na cidade. O número de mortes pode subir, já que novas chuvas e tempestades de areia são esperadas nas próximas 48 horas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia