Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 13 de maio de 2018.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

São Paulo

Notícia da edição impressa de 14/05/2018. Alterada em 13/05 às 22h53min

Bombeiros encerram buscas em prédio que desabou

Após 13 dias de buscas nos escombros do edifício Wilton Paes de Almeida, no Largo do Paissandu, no Centro de São Paulo, o Corpo de Bombeiros encerrou, ontem, os trabalhos. O edifício foi abaixo depois de um incêndio no dia 1 de maio. Quatro vítimas foram identificadas a partir de restos mortais e quatro ainda estão desaparecidas.
No sábado, foi confirmado que as ossadas de duas crianças são dos gêmeos Wendel e Werner da Silva Saldanha, de dez anos. Além deles, já foram identificados Ricardo Oliveira Galvão Pinheiro e Francisco Lemos Dantas. A mãe dos irmãos, Selma Almeida da Silva, e mais três pessoas continuam desaparecidas - o casal Eva Barbosa Lima, de 42 anos, e Walmir Sousa Santos, de 47 anos; e Gentil Rocha de Sousa, de 54 anos. Acredita-se que os corpos que não foram encontrados possam estar na área do incêndio em estado já pulverizado.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia