Porto Alegre, segunda-feira, 07 de maio de 2018.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Erupção do vulcão no Havai evacua cidade mas atrai turistas

A erupção do vulcão Kilauea, no Havaí, começou na sexta-feira (4) e, a cada dia que passa, vai devastando o que fica em seu caminho. Com um aumento na intensidade das explosões – que já destruiu 26 casas no entorno da montanha –, a permanência na região de Leilani Estates se tornou de alto risco. Porém, o fenômeno natural virou um roteiro turístico do Parque Nacional do Havai. O local, que recebe 2 milhões de pessoas por ano, foi forçado a fechar suas portas após o terremoto que desencadeou a erupção do vulcão e só recebeu a autorização para trabalhar com restrições neste domingo. Mas isso não foi o suficiente para afastar os turistas interessados em conhecer a fenda do Kilauea - que ainda está expelindo grande nível de dióxido de enxofre na atmosfera. 
 

FOTO Mario Tama/Getty Images/AFP/JC