Porto Alegre, sábado, 19 de maio de 2018.

Jornal do Comércio

COMENTAR | CORRIGIR

VINÍCOLAS

Notícia da edição impressa de 18/05/2018. Alterada em 19/05 às 11h09min

Don Giovanni: menos volume na colheita, mas mais qualidade na garrafa

Safra de uvas de 2018 da vinícola está sendo considerada entre as melhores de toda a sua história

Safra de uvas de 2018 da vinícola está sendo considerada entre as melhores de toda a sua história


VINÍCOLA DON GIOVANNI/DIVULGAÇÃO/JC
A safra de uvas de 2018 na vinícola Don Giovanni, em Pinto Bandeira (RS), está sendo considerada entre as melhores de toda a sua história. A partir de um ciclo bem equilibrado e fatores climáticos favoráveis, as variedades de uvas tiveram uma maturação que irá revelar ainda mais a expressão de aromas e sabores aos vinhos. "O inverno foi ameno, acompanhado de um ciclo bem equilibrado. As temperaturas e a pluviosidade moderada também ajudaram", explica Maciel Ampese, enólogo responsável na vinícola.
De acordo com Ampese, a maturação das uvas foi mais lenta, mas muito mais completa. "Na safra de 2018, tivemos uma produtividade menor, cerca de 30% a menos. Porém colhemos uvas mais maduras, com mais expressão de aromas e sabores, sem perder o frescor e a fineza."
Na safra 2018, foram colhidos 40 mil quilos de Chardonnay, 25 mil quilos de Pinot Noir, 10 mil quilos de Merlot, cinco mil quilos de Ancellota e outros cinco mil de Cabernet Franc, todas as variedades de produção própria.
A vinícola Don Giovanni programa novos lançamentos para 2018. Entre eles, o Espumante Don Giovanni Blanc de Blanc Brut 750mL (24 meses) e o Espumante Don Giovanni Blanc de Noir Brut 750mL (24 meses). A empresa deve ainda se dedicar à produção dos vinhos Don Giovanni Pinot Noir 750mL (2017) e Don Giovanni Rosé.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia