Porto Alegre, domingo, 15 de março de 2020.
Dia Mundial do Consumidor. Dia da Escola.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Mercado Financeiro

25/05/2018 - 11h08min. Alterada em 25/05 às 11h08min

Bovespa tenta recuperação, mas incertezas seguem no radar

A Bovespa inicia o pregão em leve alta na manhã desta sexta-feira (25) recuperando parte das perdas registradas na quinta. Pouco antes do fechamento deste texto, as ações da Petrobras subiam perto de 2,0%, ainda distantes de compensar o tombo de mais de 13% da véspera.
A Bovespa inicia o pregão em leve alta na manhã desta sexta-feira (25) recuperando parte das perdas registradas na quinta. Pouco antes do fechamento deste texto, as ações da Petrobras subiam perto de 2,0%, ainda distantes de compensar o tombo de mais de 13% da véspera.
No entanto, o exterior tende a atrapalhar esse ajuste, diante do sinal negativo dos futuros em Wall Street e da desvalorização das commodities. Os contratos futuros de petróleo recuavam perto de 2,5% e o minério de ferro terminou em baixa de 3,68% no porto chinês de Qingdao, o que pressiona as blue chips Petrobras e Vale no pregão regular.
Às 10h30min, o Ibovespa subia 0,20%, aos 80.278,76 pontos. Contrariando o anúncio feito pelo governo de que a greve dos caminhoneiros teria sido suspensa, cresceu na manhã desta sexta o número de interdições em rodovias pelo movimento de paralisação.
Balanço divulgado pela Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam) - entidade que deixou a reunião no Palácio do Planalto e não concordou com o acordo fechado na quinta - diz que há 521 pontos interditados na manhã desta sexta em 24 Estados e mais o Distrito Federal. Apenas Amazonas e Amapá estão fora. No fim da manhã de quinta-feira, eram 402 pontos interditados. Grandes Estados produtores agrícolas são os que têm mais trechos rodoviários interrompidos.