Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 24 de maio de 2018.
Dia Nacional do Café.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

negócios corporativos

Alterada em 24/05 às 08h55min

LyondellBasell volta a rondar a Braskem

Após várias conversas com a Odebrecht com o objetivo de comprar a Braskem, a companhia holandesa LyondellBasell prepara uma nova oferta pela petroquímica, segundo fontes com conhecimento do assunto.
Terceira maior produtora global de resinas, a empresa passaria a ser líder global do setor com a aquisição da companhia brasileira, que tem a Odebrecht e a Petrobrás como controladoras. A holandesa já teve conversas com o grupo brasileiro em outubro e em dezembro do ano passado.
Como a Petrobrás já anunciou sua intenção de se desfazer da Braskem, o desafio da LyondellBasell seria a negociação com a Odebrecht. O grupo, em dificuldades financeiras após o envolvimento na Operação Lava Jato, cogitaria manter uma parte das ações, para virar sócio, ainda que minoritário, de uma companhia bem maior, segundo fonte próxima ao tema. A holandesa voltaria a ter ativos no Brasil com o negócio - no passado, atuou no País em parceria com a Suzano.
A Odebrecht negou ter recebido proposta. A Braskem não comentou. A Petrobrás não respondeu o contato. A Lyondell Basell não foi encontrada. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia