Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 16 de maio de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Consumo

Notícia da edição impressa de 17/05/2018. Alterada em 16/05 às 22h36min

Namorados devem movimentar R$ 80 milhões

Roupas lideram a intenção de compras entre os entrevistados

Roupas lideram a intenção de compras entre os entrevistados


MARCO QUINTANA/JC/MARCO QUINTANA/JC
Pesquisa do Sindilojas Porto Alegre projeta a intenção de consumo para o Dia dos Namorados, uma das datas mais importantes para o varejo. A projeção é de que R$ 80 milhões sejam injetados no comércio da Capital, uma variação real de 8,74% em relação a 2017, quando as compras movimentaram R$ 73,5 milhões. O tíquete médio será de R$ 193,00, uma variação real de 1,1% quando comparado ao ano passado. A pesquisa foi realizada com consumidores acima de 18 anos, das classes A, B, C, D e E.
"Essa pesquisa revela uma movimentação favorável ao comércio. Por conta de alguns fatores, mas especialmente do clima, as vendas do vestuário e de peças mais pesadas de roupas estão acontecendo de uma forma mais lenta até então. O Dia dos Namorados pode representar uma retomada nas vendas, uma vez que os casais costumam se presentear com mais frequência e com um gasto mais elevado", explica o presidente do Sindilojas Porto Alegre, Paulo Kruse. O dirigente acredita que a chegada do frio também deve impulsionar as vendas.
As roupas lideram a intenção de compras, sendo opção de 25% dos entrevistados. Itens de perfumaria, cosméticos e maquiagem aparecem com 19,5%, seguidos por flores (10,5%) e calçados (9,8%). Um dado interessante é de que 6,3% irão presentear o parceiro com um jantar. A forma de pagamento escolhida por 43% dos entrevistados é à vista em dinheiro; e 23,3% irão comprar com cartão de débito; 21,3%, com cartão de crédito parcelado; 8,3%, em uma vez no cartão de crédito; e 6,5% irão optar por fazer compras no crediário.
A pesquisa também mostra que os namorados irão adquirir os presentes muito próximo à data; e 30% deles irão às compras no próprio Dia dos Namorados; 21,3% comprarão na véspera; e 30,3%, na semana. Apenas 21,9% dos consumidores comprarão com mais de uma semana de antecedência à data. As lojas de rua também seguem na preferência dos consumidores, com 49% das escolhas. O comércio de shopping, por sua vez, é preferido por 39,3% dos namorados, e a internet aparece com 5,5% da intenção de consumo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia