Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 15 de maio de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Telecomunicações

15/05/2018 - 08h55min. Alterada em 15/05 às 08h56min

Acionistas da Oi questionam recuperação judicial da operadora na Justiça dos EUA

A Bratel, braço de investimentos da Pharol (antiga Portugal Telecom), e um grupo de acionistas ligados à Associação dos Acionistas Minoritário (Aidim) iniciaram duas representações contra a companhia na Justiça dos Estados Unidos. A Bratel apresentou uma objeção ao plano de recuperação judicial da operadora, alegando haver pendências que impediriam a homologação perante a justiça americana. Já a Aidim ingressou com uma ação coletiva pedindo a mudança da gestão da companhia.
Os dois acionistas fazem parte do grupo que teve os direitos suspensos pelo juízo da 7.ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, onde corre a Recuperação Judicial da operadora.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia