Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 29 de maio de 2018.
Dia Mundial da Energia. Dia do Estatístico. Dia do Geógrafo.

Jornal do Comércio


Alterada em 29/05 às 13h41min
COMENTAR | CORRIGIR

Aventura no supermercado

Pequim

A primeira ida ao supermercado, na China ou em qualquer país diferente, para mim é sempre uma aventura e um dos passeios preferidos. É ali que se conhece um bom tanto da cultural local. O que comem, o que tem de diferente, de exótico, de barato e cultural. 
Na China, além da imensa diversidade de produtos, há o desafio adicional da língua. Para ajudar, eu uso um aplicativo que, a partir de uma foto, traduz o que está escrito na embalagem (com uma boa precisão). Algumas vezes levo apenas pela "cara" e vou descobrir em casa o que realmente é.  Comprei, por exemplo, uma sardinha em lata e, quando abri, tomei um susto. Era seca, mas tinha um pouco óleo dentro e feijões junto! Achei estranho o fato de estar seca e joguei fora. Voltei e comprei outra. Era assim mesmo, e tinha um gosto meio adocicado.
Na primeira incursão ai supermercado em Pequim, fui surpreendido principalmente pela ampla variedade de frutos do mar (meu prato predileto), por muitos condimentos e pela vantagem do câmbio. Também nos detalhes está parte da aventura.
A forma como são anunciadas as promoções e a música ambiente me chamaram a atenção. Para divulgar um produto que tem preço reduzido eles colocam um megafone repetindo exaustivamente o produto e o preço em cima do próprio produto (veja no vídeo). Também é curioso que a música ambiente é sempre infantil... Talvez para dar um tom lúdico às compras e, brincando, brincado, as pessoas acabem comprando mais. Será? Veja o vídeo e tire suas conclusões!
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia

Thiago Copetti

A convite do Centro Internacional de Imprensa da China, o repórter está participando de um intercâmbio no gigante asiático. No blog Conexão China, apresentará, além de informações econômicas e políticas da segunda maior economia do mundo, também curiosidades culturais e gastronômicas, dicas de turismo e como é o cotidiano da vida em Pequim.