Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 03 de maio de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Fernando Albrecht

Começo de Conversa

Notícia da edição impressa de 03/05/2018. Alterada em 02/05 às 21h45min

O novo e o velho

GILBERTO JASPER/DIVULGAÇÃO/JC
Um fusca da Brigada Militar dos velhos tempos e um Corolla da corporação disputam a mesma bomba em um posto de Arroio do Meio. Convivência pacífica. Quando os carros da Toyota foram adquiridos, houve quem dissesse que o fusca mesmo usado seria mais barato e melhor. Mais barato sim, mas melhor não. De zero a 100 km/h em um dia e meio é tudo que os criminosos desejam.

Janela para o mundo...

Gera repercussões massivas o Movimento #FicaEspanhol de professores da língua espanhola que visa conseguir apoios para a PEC que promove o plurilinguismo nas escolas públicas no Estado. Desde fevereiro de 2017, uma MP terminou com a obrigatoriedade do ensino da língua de Cervantes nas salas de aula, privilegiando apenas o inglês. O que é um erro. O inglês pode muito, mas não pode tudo, especialmente nos dias que correm.

...virou uma fresta

Quando nos queixamos da má formação generalista dos nossos alunos, temos que retroceder ao passado. Dos anos 1940 em diante, no Ensino Fundamental a partir da 6ª série (antigo ginásio) se ensinava, além do latim, francês e inglês; no Ensino Médio também entrava o espanhol, enquanto os optantes do antigo Clássico também aprendiam grego. Ora, isso era uma janela para o mundo 50 anos antes de se falar em globalização. Lastimável essa redução.

Criatividade parisiense

Um documentário da televisão francesa (TV5) aponta o quanto eles estão preocupados com energia limpa. Mostrou um prédio em Paris que abriga um grande provedor com muitos computadores. O ovo de Colombo da prefeitura foi colocar no andar de cima uma piscina pública coberta, aquecida com o calor gerado pelos computadores. Criatividade pura. A questão não é só energia limpa, é também a conservação da energia.

Esperança para diabéticos

A empresa israelense A1C Foods desenvolveu e patenteou um produto que, se aprovado pelas autoridades, é a esperança dos diabéticos e do povo em geral. Usado na fabricação de chocolates, sorvetes, pizzas e pães, tem baixo teor de carboidratos e açúcares mesmo usando açúcar comum e farinha idem.

Longa metragem

A proposta do deputado federal Vicente Cândido (PT-SP) que proíbe a transmissão das sessões do Supremo pela TV tem prós e contras. Deixaríamos de ver como o organismo outrora solene eventualmente é cenário de cenas de barraco, é verdade. Mas Suas Excelências justificariam seus votos de forma mais enxuta. Em alguns casos, as sessões são como curtas do cinema alemão: de oito horas para cima.

Sem padrão

Qual dos Correios está falando a verdade, o da Capital ou de muitas cidades do Interior: em Porto Alegre, os usuários ouvem a toda hora que faltam funcionários e que por isso volumes ou cartas demoram para chegar à suas mãos, mesmo que já estejam na central. Já em cidades do Interior, como Gramado, o posto tem todo conforto e leva-se em torno de 10 minutos para retirar encomendas com horário entre 9h e 17h.

E as carroças?

Levou mais que os oito anos previstos pela chamada Lei Sebastião Melo, então vereador, que estipulava um prazo para a retirada das carroças em Porto Alegre, mas a persistência venceu. É raro ver uma carroça no perímetro urbano da cidade, o que outrora era grande motivo de reclamações.

Tudo a ver


TONICO ALVARES/CMPA/JC
O vereador Adeli Sell (PT) preparou-se comme il faut para discutir o IPTU na colenda porto-alegrense. Sem o seu cabalístico chapéu, porque o recinto tem fama de sagrado, o petista lê um livro bem de acordo com o emaranhado tributário brasileiro: Carnaval tributário, de Alfredo Augusto Becker.
 

Miúdas

  • LUIZ Carlos Bohn foi reeleito ontem para o seu segundo mandato como presidente da Fecomércio-RS.
  • são 1.086.011 advogados brasileiros registrados, segundo o site Espaço Vital.
  • MAS em matéria de honorários razoáveis, muitos são os chamados, mas pouco são os escolhidos.
  • ESTUDO encomendado pela RGE e RGE Sul aponta a possibilidade de 15 dias de chuva até o final do mês, cinco deles com chance de temporais.
  • OUTROS institutos falam em geada na segunda quinzena. Em comum dizem que o inverno será muy flaco.
  • SE a tabela do Imposto de Renda fosse corrigida de fato, a economia teria um poderoso impulso. Que tal, presidente Michel Temer?

Finais

  • MERCADO Público entregou ao MP o PCCI para conseguir a reabertura do segundo andar.
  • ACM-RS encabeça homenagens ao Dia das Mães dia 8 no Congresso e na Câmara de Vereadores de Porto Alegre.
  • SERÁ lançado hoje/16/Memorial da Assembleia Legislativa livro sobre o jornalista Alcides Cruz.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Henry Daniel Lorencena Souza 03/05/2018 09h15min
Prezado Fernando, em nome do Fica Espanhol agradeço a gentileza em divulgar nosso movimento. É muito importante que a sociedade perceba a relevância que o ensino de línguas tem na educação. A formação de cidadãos preparados para um mundo cada vez mais multicultural passa pelo conhecimento linguístico e é fundamental que a escola permita esse primeiro contato com a pluralidade. No caso do nosso estado, avaliamos que o espanhol é essencial para a compreensão da nossa própria identidade regional.