Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 24 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Câmara de Porto Alegre

Notícia da edição impressa de 25/04/2018. Alterada em 24/04 às 21h46min

Legislativo volta a debater hoje regulação de aplicativos

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Municipal de Porto Alegre aprovou, na manhã de ontem, recurso solicitando a prejudicialidade de uma emenda aprovada ao Projeto de Lei do Executivo (PLE) nº 16/17, que regulamenta o serviço de transporte individual de passageiros por aplicativos na Capital. A emenda em questão restringe o uso de veículos emplacados no Rio Grande do Sul para a prestação do serviço. A alegação é de que uma outra emenda, aprovada também, trata do local de emplacamento dos veículos de aplicativos. Esta, dando liberdade total para a origem das placas. Agora caberá ao plenário da Câmara decidir se haverá ou não prejudicialidade da emenda. Quem protocolou a ação foram os vereadores Thiago Duarte (DEM), autor da emenda que libera o uso das placas, e Felipe Camozzato (Novo).
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia