Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 16 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Câmara de Porto Alegre

Notícia da edição impressa de 17/04/2018. Alterada em 16/04 às 21h14min

Vetos e homenagem atrasam regulação de transporte

Diego Nuñez
Por pouco mais de duas horas, o Legislativo da Capital homenageou o Dia do Exército Brasileiro, celebrado no dia 19 de abril. A proposta foi da vereadora Mônica Leal (PP). Na tribuna, militares e vereadores exaltaram as Forças Armadas. 
A votação do projeto que regula os aplicativos de transporte privado acabou não prosseguindo.
Houve três vetos do prefeito, e o regimento interno da casa prevê que eles têm prioridade. Dos três, dois foram mantidos e um não foi votado. O primeiro rejeitou a emenda nº 13 ao projeto, que amplia o poder da polícia administrativa da Guarda Municipal. A emenda limitava algumas funções consideradas fundamentais pelo governo. Outro veto mantido fui a um projeto de Alvoni Medina (PRB), que previa prioridade a pessoas com mais de 60 anos no pagamento de créditos previdenciários.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia