Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 17 de julho de 2018.
Dia de Proteção às Florestas .

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Cuba

20/04/2018 - 09h21min. Alterada em 17/07 às 17h37min

Novo presidente de Cuba afirma que continuará 'o aperfeiçoamento do socialismo'

Miguel Díaz foi escolhido em um pleito indireto com 603 votos no processo eleitoral

Miguel Díaz foi escolhido em um pleito indireto com 603 votos no processo eleitoral


IRENE PÉRES/AFP/JC
Em seu primeiro discurso após ser eleito presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel afirmou na quinta-feira (19) que seu governo "defenderá a revolução e continuará o aperfeiçoamento do socialismo". "Não haverá espaço para os que aspiram a uma restauração capitalista", pregou o novo líder do país caribenho.
O sucessor de Raúl Castro na liderança do regime cubano foi escolhido em um pleito indireto, com 603 votos entre os 604 deputados que participaram do processo eleitoral da Assembleia Nacional do Poder Popular, o Legislativo da ilha.
O irmão de Fidel, no entanto, segue no mais alto cargo do Partido Comunista de Cuba até 2021 e, nas palavras de seu sucessor, "encabeçará as decisões de maior transcendência para o presente e o futuro da nação".
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia