Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 23 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Santa Maria

Notícia da edição impressa de 24/04/2018. Alterada em 23/04 às 20h37min

Ação conjunta busca identificar foco de toxoplasmose

O surto de toxoplasmose em Santa Maria motivou, ontem, uma reunião entre os secretários de Saúde do Estado, Francisco Paz, e do município, Liliane Duarte, além do prefeito da cidade, Jorge Pozzobom. O encontro buscou articular uma investigação conjunta para localizar o foco de infecção, passo fundamental para evitar o avanço da doença. Foi acordado, também, o aumento dos repasses ao município para financiar a coleta das amostras e a realização de testes. Até o momento, há 21 casos confirmados, sete deles em gestantes.
Existe a possibilidade de que a origem dos casos esteja em uma contaminação da água fornecida no município, podendo também ser decorrente do consumo de carne mal cozida ou de verduras não higienizadas de forma adequada, porém, ainda não há confirmação. A Secretaria Estadual de Saúde (SES) recomendou aos santa-marienses ferver o líquido antes de consumi-lo. O diretor de Operações da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), Eduardo Carvalho, contudo, garante que a água fornecida é de qualidade e atende a todos os parâmetros de potabilidade exigidos pela legislação.
Conforme a prefeitura, um novo boletim epidemiológico será divulgado hoje. Das 72 amostras coletadas até sábado, 47 aguardavam resultado, enquanto outras quatro deram negativo. Ao todo, foram 157 notificações de casos suspeitos. Para enfrentar o surto, o município abriu extraordinariamente seis unidades de saúde no sábado, para oferecer atendimento e orientação a gestantes. As unidades também abrirão no próximo sábado. Grávidas, imunodeprimidos e recém-nascidos compõem o grupo de risco da doença.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia