Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 25 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Saúde

21/04/2018 - 11h54min. Alterada em 25/04 às 08h50min

Sobe para 21 número de pessoas com Toxoplasmose em Santa Maria

Dos 21 casos, sete são de gestantes, e secretaria da saúde alerta para sintomas e atendimento

Dos 21 casos, sete são de gestantes, e secretaria da saúde alerta para sintomas e atendimento


PEDRO REVILLION/ESPECIAL/JC
Já são 21 casos de pessoas com Toxoplasmose em Santa Maria, no centro do Rio Grande do Sul. Sete infectados são gestantes. Outras 59 suspeitas estão sendo investigadas. As informações estão em nota da Secretaria de Saúde do município em nota na noite dessa sexta-feira (20) que confirmou a presença do protozoário causador da doença - Toxoplasma gondii, em pessoas que já estão recebendo o devido atendimento.
O primeiro caso foi registrado em 20 de fevereiro, mas o surto começou a ser investigado somente 42 dias depois, quando o município acionou a Secretaria Estadual da Saúde. O surto da doença foi confirmado em 16 de abril e, desde então, uma equipe do 4ª Coordenadoria Regional de Saúde e o Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS) se deslocou à cidade para evitar que novos casos venham a surgir.
Médicos do sistema público e privado de saúde se reuniram durante a semana para discutir formas de prevenção e combate a doença. Os especialistas informam que a doença, geralmente, tem curso benigno e não deixa sequelas.
Diversos serviços de saúde da cidade terão plantão neste sábado (21) para atender a população. O alerta maior é para gestantes e recém-nascidos que apresentarem sintomas de febre, dor de cabeça, dores no corpo, ínguas e dor abdominal, sintomas da doença. Nessas ocorrências, as pessoas devem buscar imediatamente as emergências da cidade.

Confira como prevenir a contaminação:

  • Evite o consumo de água e alimentos de origem desconhecida
  • Consuma somente carnes bem cozidas ou bem passadas 
  • Beba somente água tratada, filtrada ou fervida
  • Beba somente leite pasteurizado ou fervido
  • Lave bem as mãos após manuseio de carnes cruas
  • Lave bem frutas, verduras e legumes crus antes do consumo
  • Lave bem as mãos antes das refeições
  • Recolha as fezes de gatos usando luvas ou sacolas plásticas, pois estes animais são hospedeiros do Toxoplasma gondii, que causa a Toxoplasmose
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia