Porto Alegre, sexta-feira, 20 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Três homens e um sonho: conseguir trabalhar nas obras do aeroporto de Porto Alegre

O sonho de conseguir um emprego fez três homens com diferentes histórias e procedências se encontrarem esta semana em frente à sede do Sine Municipal, no Centro Histórico de Porto Alegre. Guilherme Palma (direita, na foto), Edinaldo Gomes (centro) e Alexandre Silva Português têm em comum um pleito: querem ficar com uma das 41 primeiras vagas ofertadas pelo consórcio que fará as obras do Aeroporto Internacional Salgado Filho. Palma e Português miram a função de ajudante de obras, e Gomes a de carpinteiro. "Nunca trabalhei com carteira assinada, desde os 12 anos trabalho na área. Aprendi tudo com dois tios que são pedreiros", diz Palma, que é da Capital. Gomes veio da Bahia para construir a Arena tricolor e ficou. Português chegou há 15 meses de Uruguaiana, na Fronteira, em busca de ocupação. "Moro em abrigo, já fui lavador de ônibus, engraxate, faço o que tiver de fazer", avisa. 
 

FOTO FREDY VIEIRA/JC
20/04/2018 - 20h01min