Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 24 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

vôlei

Alterada em 24/04 às 19h16min

Renan anuncia 10 convocados da seleção masculina para a Liga das Nações

Após chamar jovens jogadores para treinos, o técnico Renan Dal Zotto convocou nesta terça-feira 10 atletas para as primeiras competições da seleção brasileira masculina de vôlei na temporada. O primeiro desafio da equipe será a Liga das Nações, que substituiu a Liga Mundial, a partir do fim de maio.
A lista dos 10 primeiros convocados não conta com jogadores do Sesi-SP e do Sada Cruzeiro, que vão disputar as finais da Superliga nos dois próximos finais de semana. O primeiro grupo de listados vai se apresentar no dia 30 deste mês. E o segundo, no dia 2 de maio, para treinos no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ).
Renan convocou nesta terça os levantadores Bruninho (Itália) e Thiaguinho (Sesc-RJ), os opostos Wallace (EMS Taubaté Funvic) e Renan (Sesc-RJ), os centrais Maurício Souza (Sesc-RJ), Otávio (EMS Taubaté Funvic) e Éder (Itália), os ponteiros Maurício Borges (Sesc-RJ) e Lucas Lóh (Turquia) e o líbero Thales (EMS Taubaté Funvic).
O treinador da seleção não revelou quantos jogadores vai chamar ao todo para as competições deste ano. A Liga das Nações será disputada entre 25 de maio e 8 de julho. Na sequência, o desafio será a Copa Pan-Americana, de 12 a 20 de agosto, no México, e o Mundial, na Bulgária e Itália, entre 10 a 30 de setembro.
Antes de anunciar os dez primeiros convocados, Renan havia convidado para treinos jogadores mais jovens, que podem vir a ganhar oportunidades na seleção ao longo do ano.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia