Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 29 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

Notícia da edição impressa de 30/04/2018. Alterada em 27/04 às 17h40min

Agrishow prevê R$ 2,3 bi em novos negócios

Com a perspectiva de crescimento na safra de grãos no país, a Agrishow (Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação), que começa hoje em Ribeirão Preto, prevê bater as vendas de 2017, amparadas em novidades tecnológicas que incluem helicópteros e máquinas e equipamentos para reduzir custos e ampliar a produtividade no campo.
A 25ª edição da feira projeta atrair ao menos 150 mil visitantes até a próxima sexta-feira, dia 4, e alcançar R$ 2,3 bilhões em negócios concluídos ou iniciados no evento com as 800 marcas presentes. Em 2017, foram R$ 2,2 bilhões em negócios, com 159 mil pessoas de 70 países.
Tradicionalmente, grandes marcas do setor fazem seus lançamentos na feira agrícola, que é considerada um termômetro do agronegócio brasileiro e responsável por ditar o ritmo dos investimentos ao longo do ano. Além da previsão de grande safra no país, para o presidente da Agrishow, Francisco Matturro, os negócios podem ser favorecidos também pelo fato de bancos que estarão na feira anunciarem a isenção de uma taxa, que pode significar queda de 3% no custo das máquinas. "É uma economia considerável num cenário de juros em queda", disse.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia