Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 14 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

agronegócios

14/04/2018 - 15h55min. Alterada em 14/04 às 21h38min

Eleição para conselho da BRF será por voto múltiplo

Assembleia da BRF está marcada para o dia 26 de abril em meio a uma grave crise no comando

Assembleia da BRF está marcada para o dia 26 de abril em meio a uma grave crise no comando


NELSON ALMEIDA/AFP/JC
A BRF informa aos acionistas que fez alterações no boletim de voto a distância para a assembleia marcada para o dia 26 de abril que terá entre outros temas a eleição do conselho de administração, adotando voto múltiplo. Até então, havia duas chapas para o pleito, uma lista composta por nomes indicados pelos fundos de pensão Previ (Bando do Brasil) e Petros (Petrobras) e outra apresentada pelo atual colegiado, que é presidido pelo empresário Abílio Diniz.
Porém, quatro executivos manifestaram recusa em participar dessa chapa alternativa e, por outro lado, o acionista Aberdeen, um fundo de investimento internacional, fez pedido para voto múltiplo após ter atingido participação acionária relevante, de mais de 5% das ações com direito a voto.
No boletim de voto a distância as alterações efetuadas referem-se, exclusivamente, aos itens sobre a eleição dos membros do conselho de administração e do presidente e vice-presidente do órgão. Outra mudança é quanto aos nomes dos candidatos incluídos no boletim, que são os que já constavam da versão anterior exceto José Aurélio Drummond Jr., que apresentou formalmente à ontem à noite solicitação para não concorrer aos cargos no conselho de administração.
Nesse ínterim, a companhia recebeu indicação de novos candidatos ao conselho de administração, divulgados por meio de aviso aos acionistas, que são Luiza Helena Trajano, do Magazine Luiza, e o consultor de empresas Vicente Falconi. Eles foram indicados pelo acionista Luiz Fernando Furlan.
Na correspondência encaminhada à empresa, Furlan afirma que: "Entendo que estas indicações vão ao encontro com o melhor interesse dos acionistas e da Companhia, dado o currículo profissional dos candidatos e o quanto poderão contribuir para a BRF. Acredito ser relevante informar que ambos os candidatos conhecem o setor e a Companhia uma vez que já participaram do Conselho de Administração da Sadia e/ou BRF".

Ações da BRF têm maior queda do Ibovespa

As ações da BRF recuaram nessa sexta-feira (13) 4,58%, a R$ 21,67, a maior queda do Ibovespa, após notícias de que o empresário Abilio Diniz, atual presidente do conselho do grupo, convocou para o dia 19 reunião para tentar recompor a chapa apresentada por ele na semana passada.
Os desgastes entre Abilio, que detém 3,9% da empresa, e os fundos de pensão Previ (Banco do Brasil) e Petros (Petrobras), maiores sócios, com 22%, juntos, estão afetando os papéis da companhia, segundo fontes. Os fundos de pensão estão insatisfeitos com o desempenho financeiro da BRF e convocaram para o dia 26 de abril uma assembleia para trocar o conselho.
Desde então, os acionistas se desentendem sobre a composição de nomes para o colegiado.
Na quinta-feira, a gestora britânica Aberdeen formalizou pedido para que haja voto múltiplo na assembleia do dia 26.
Peter Taylor, gestor do Aberdeen no Brasil, afirmou que mantém apoio aos fundos de pensão, mas a decisão de pedir voto múltiplo reflete a confusão causada após Abilio ter anunciado nova chapa para disputar influência na BRF. Em nota, Previ e Petros informam que entendem a posição da Aberdeen. BRF e Abilio não retornaram. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia