Porto Alegre, domingo, 15 de março de 2020.
Dia Mundial do Consumidor. Dia da Escola.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

petróleo

03/04/2018 - 15h51min. Alterada em 03/04 às 18h43min

Reservas de petróleo provadas crescem 1% em 2017 no Brasil, para 12,835 bilhões de barris

A Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) informou que, em 2017, foram declarados 12,835 bilhões de barris de petróleo em reservas provadas (1P) e 23,630 bilhões de reservas provadas, prováveis e possíveis (3P). Trata-se de um aumento de 1% e 4%, respectivamente, se comparado com o ano de 2016.
A Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) informou que, em 2017, foram declarados 12,835 bilhões de barris de petróleo em reservas provadas (1P) e 23,630 bilhões de reservas provadas, prováveis e possíveis (3P). Trata-se de um aumento de 1% e 4%, respectivamente, se comparado com o ano de 2016.
Com relação ao gás natural, foram declarados 369,918 bilhões de metros cúbicos de reservas 1P e 609,213 bilhões de metros cúbicos de reservas 3P - uma redução de 2% e 5%, respectivamente, na comparação com o exercício anterior.
Em geral, as mudanças ocorridas no volume das reservas de petróleo brasileiras são devidas à produção durante o ano, reservas adicionais oriundas de novos projetos de desenvolvimento e revisão das reservas dos campos por diferentes fatores técnicos e econômicos.
As reservas provadas, prováveis e possíveis se diferenciam pelo grau de probabilidade de que ocorram, sendo as provadas com maior probabilidade e as possíveis, com menor. Em 2017, foram produzidos no Brasil aproximadamente 957 milhões de barris de petróleo e 40 bilhões de metros cúbicos de gás natural.