Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 01 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Memória

Notícia da edição impressa de 02/03/2018. Alterada em 01/03 às 22h44min

Pedetistas homenageiam Jango, que completaria 99 anos

O ex-presidente João Goulart, o Jango, teria completado 99 anos, nesta quinta-feira, se estivesse vivo. O PDT - sigla fundada pelo ex-governador Leonel Brizola, que, assim como Jango, iniciou a carreira política no PTB - prepara uma série de atividades para comemorar a proximidade do centenário do ex-presidente. 
"Para nós (trabalhistas), o centenário do Jango iniciou neste 1 de março. Pretendemos organizar uma programação para reavivar toda a trajetória do Jango. Nossa primeira iniciativa vai ser a aprovação na Câmara dos Deputados do projeto de lei que torna o João Goulart herói da pátria, um título que o Brizola já tem", projetou o presidente do PDT gaúcho, deputado federal Pompeo de Mattos. 
Para o dirigente partidário, muitas das reformas de base de Jango continuam atuais, como, por exemplo, as reformas urbana e agrária. "Jango era um presidente do povo, muito popular. Ao contrário do presidente que temos hoje (Michel Temer, PMDB), que não gosta do povo, e o povo não gosta dele. A distância entre esse presidente e a população é abissal. Jango tinha tanta sintonia com o povo que assustou a elite, que, por sua vez, tramou o golpe militar de 1964", comparou.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia