Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 29 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

catalunha

Notícia da edição impressa de 29/03/2018. Alterada em 29/03 às 00h15min

Parlamento luta por reeleição de Puigdemont

O Parlamento da Catalunha aprovou uma moção simbólica, nesta quarta-feira, reafirmando o direito do líder separatista da região, Carles Puigdemont, de ser reeleito, mesmo que ele esteja preso e aguardando possível julgamento. Ele é acusado de rebelião.
Partidos a favor da separação da Catalunha do resto da Espanha usaram sua maioria para aprovar a moção e continuar desafiando o governo, que estipula que nenhum candidato com problemas legais pode se tornar presidente da região. Há cinco meses, Puigdemont fugiu da Espanha para evitar ser preso logo após o Parlamento catalão declarar independência. No último domingo, ele foi preso na Alemanha, onde autoridades devem decidir pela sua extradição.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia