Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 29 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Copa 2018

21/03/2018 - 11h42min. Alterada em 29/03 às 14h36min

Estádio da copa na Russia está atrasado e preocupa Fifa

Das 12 arenas do Mundial, a localizada na cidade de Samara é a única que ainda está sem o gramado instalado

Das 12 arenas do Mundial, a localizada na cidade de Samara é a única que ainda está sem o gramado instalado


FIFA/DIVULGAÇÃO/JC
Faltando menos de três meses para a Copa do Mundo da Rússia, a Fifa não esconde a preocupação com o estádio localizado na cidade de Samara. Das 12 arenas do Mundial, esta é a única que ainda está sem o gramado instalado. No Mundial, receberá seis partidas, incluindo um dos duelos de quartas de final.
Segundo a Fifa, o local ainda requer "uma quantidade enorme de trabalho" para ficar pronto a tempo do início da Copa, marcado para o dia 14 de junho. O primeiro jogo em Samara será três dias depois. Será o duelo entre Costa Rica e Sérvia, que vai abrir o Grupo E, do Brasil. "Obviamente, esperávamos por um progresso mais rápido", disse Colin Smith, chefe de competições da Fifa. "Há ainda uma quantidade enorme de trabalho a ser feito" para o estádio ficar pronto, até o fim de abril, prevê Smith. Se o prazo estourar, a Fifa terá dificuldade em testar o estádio e os recursos do estádio.
O estádio de Samara terá capacidade para 45 mil torcedores. É uma das arenas que foram construídas do zero para a Copa. As obras começaram em 21 de julho de 2014, logo após o fim da Copa do Mundo do Brasil. Após o Mundial da Rússia, o local será usado pelo time Krylya Sovetov, que tem algumas participações em competições europeias.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia