Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 14 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Copa do Brasil

Notícia da edição impressa de 15/03/2018. Alterada em 14/03 às 22h34min

Inter confirma vaga na quarta fase

Patrick e D'Alessandro marcaram os gols colorados no interior paranaense

Patrick e D'Alessandro marcaram os gols colorados no interior paranaense


RICARDO DUARTE/INTER/JC
O adversário estava invicto em sua casa há cerca de dois anos e meio, mas o Inter não se intimi-dou. Ontem à noite, no estádio Albino Turbay, em Cianorte, o Colorado fez 2 a 0 no time que leva o nome da pequena cidade paranaense e carimbou sua vaga na quarta fase da Copa do Brasil. Como o próximo adversário será conhecido em sorteio na segunda-feira e os confrontos só ocor-rerão em abril, agora a equipe tem foco total nos dois Grenais pelas quartas de final do Campeo-nato Gaúcho.
Tendo feito 2 a 0 no duelo de ida, o Inter poderia se preservar para o primeiro clássico, que ocor-re já neste domingo, na Arena. No entanto, o técnico Odair Hellmann optou por levar ao Paraná o que tinha de melhor à disposição, mudando alguns setores mais para fazer testes do que pro-priamente para poupar jogadores. O desempenho no primeiro tempo foi apenas regular. Tecni-camente inferior, o Cianorte buscava ameaçar na bola parada, sem sucesso, enquanto o Colora-do tinha dificuldades para furar a marcação dos donos da casa. Finalmente conseguiu aos 29 mi-nutos, quando Roger recebeu passe de Marcinho e foi derrubado na área. D’Alessandro cobrou o pênalti no canto esquerdo do goleiro João Gabriel, que conseguiu defender.
Pouco depois, os paranaenses desperdiçaram sua melhor chance, quando Rafael Xavier, livre, mandou para fora. Em seguida, os visitantes retomaram as rédeas do jogo e, aos 38, abriram o placar: em contra-ataque, Marcinho tocou para Patrick, que invadiu a área e tocou na saída do goleiro. Aos 42, Roger, embaixo do gol, perdeu a chance de ampliar.
Quase no fim da primeira etapa, alguns refletores se apagaram, mas o árbitro mandou o jogo seguir. Não esperou todos voltarem a funcionar e reiniciou a partida.
Nos 45 minutos finais, o domínio do Inter foi total. Depois de perder algumas chances, o time gaúcho ampliou o escore aos 23, quando Patrick cruzou da linha de fundo e D’Alessandro apare-ceu para completar. A partir daí, o Colorado enfileirou chances – nas mais claras, Brenner chutou por cima do travessão, Feliphe Gabriel salvou bola de Ruan que ia entrando e João Gabriel evi-tou outra conclusão do lateral.
Cianorte 0 x 2 Internacional
João Gabriel; Gerônimo, Montoya, Feliphe Gabriel e Arroyo (Deco); Morelli, Carrilho, Richarlyson, André Luis (Clebinho) e Xavier (Murilo); Neto Costa. Técnico: Irineu.
Marcelo Lomba; Edenilson (Ruan), Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Gabriel Dias, Marcinho (Rossi), D'Alessandro e Patrick; Roger (Brenner). Técnica: Odair Hellmann.
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia