Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 14 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

notas

Notícia da edição impressa de 15/03/2018. Alterada em 14/03 às 21h34min

Notas

Liga dos Campeões - Ontem, foram definidos os últimos dois clubes para as quartas de final. Na Turquia, o Bayern de Munique voltou a vencer o Besikitas, desta vez, por 3 a 1. Na Espanha, o Barcelona foi superior ao Chelsea e venceu os ingleses por 3 a 0.
Libertadores - Pela 1ª rodada do Grupo 3, na Bolívia, às 19h15min, o The Strongest recebe os uruguaios do Peñarol. No mesmo horário, pelo Grupo 6, na Vila Belmiro, o Santos encara os uruguaios do Nacional. E pelo Grupo 7, às 21h30min, em Avenllaneda, o Independiente enfrenta os colombianos do Millonarios.
Rússia 2018 - A Fifa anunciou ontem que 356.700 ingressos para o Mundial foram alocados a torcedores ao redor do mundo em menos de 24 horas durante nova fase de vendas de entradas para a competição.
Neymar - O técnico da seleção brasileira, Tite, foi a Mangaratiba, no Rio de Janeiro, visitar o atacante, que se recupera de uma cirurgia. O encontro ocorreu terça-feira e foi bastante discreto, sem registro fotográfico.
Marco Polo del Nero - O Comitê da Ética da Fifa anunciou ontem a renovação por mais 45 dias do banimento do presidente da CBF. Em dezembro, Del Nero foi banido preventivamente por 90 dias. O dirigente é acusado, na Justiça dos EUA, de participar de um esquema de propinas com cartolas da América do Sul.
Alonso - O piloto cogitou deixar a Fórmula 1 no fim de 2017 para disputar a Fórmula Indy ou o Mundial de Endurance nesta temporada. Aos 36 anos, o espanhol vem de temporadas discretas na McLaren - desde que deixou a Ferrari, há três anos, não subiu ao pódio. Porém, disse que só não deixou a F-1 porque não queria mudar de categoria com uma imagem negativa.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia