Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 28 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Negócios Corporativos

Alterada em 28/03 às 14h19min

Nestlé vende divisão de água no País para a dona da Minalba

A Nestlé anunciou a venda de seu portfólio de águas no País ao grupo Edson Queiroz, dono de marcas como Indaiá e Minalba e líder do segmento. Com o acordo, anunciado na terça-feira (28) a empresa vai assumir as marcas São Lourenço e Petrópolis e também as fábricas localizadas no Rio de Janeiro, em Minas Gerais e em São Paulo. O valor da transação não foi revelado.
A Indaiá Minalba - braço do grupo Edson Queiroz voltado à produção de água - também terá a licença global da marca Nestlé Pureza Vital, além da concessão de distribuição de marcas globais no Brasil, como Perrier, S. Pellegrino e Acqua Panna.
Segundo dados da Euromonitor, a Indaiá Minalba é líder do setor de águas no País, com 10,7% de participação. Com a aquisição do portfólio da Nestlé no País, a fatia sobe para 12,6% e a companhia amplia a dianteira em relação às rivais. O negócio depende de aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para ser concretizado.
O Brasil é o décimo maior mercado de água engarrafada do mundo, com 10,3 bilhões de litros consumidos em 2017. Segundo a Euromonitor, a previsão é de crescimento para os próximos anos - o total do mercado deve superar os 12 bilhões de litros até 2022.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia